Criciúma
 
Trabalhando no Criciúma há três semanas, o técnico Guto Ferreira está invicto e com o Criciúma em quinto lugar na Série B. Com ele, foram seis jogos com três vitórias e três empates. Um aproveitamento de 66%. 
Ainda assim, o treinador enfrentou vaias nos jogos em casa contra ASA (vitória por 1 a 0), Boa Esporte (0 a 0), Bragantino (1 a 0) e ontem nos 2 a 0 diante do Goiás.
 
Ele esclareceu que, quando chamou o atacante Schwenck para trocá-lo por Zé Carlos, momento em que ecoaram vaias pelo Heriberto Hülse, ele já pensava em sacar o questionado volante Mateus para colocar Pedro Carmona. “Mais uma vez, assumi um risco em casa, de fazer as três mudanças até os 30 minutos do segundo tempo. Fizemos isso para achar uma solução rápida. Encontramos e o Criciúma ganhou”, ressaltou Guto, ao explicar que Mateus e Schwenck estavam cansados.
 
O Criciúma volta a campo no próximo dia 16, contra o Salgueiro, na cidade de Paulista, interior de Pernambuco.
 
* Do site Engeplus.