Vinícius foi o artilheiro do juvenil do Leão da Ilha no Campeonato Catarinense. - Foto: Arquivo pessoal/Notisul.
Vinícius foi o artilheiro do juvenil do Leão da Ilha no Campeonato Catarinense. - Foto: Arquivo pessoal/Notisul.

Capivari de Baixo

Não há dúvida de que sair da casa dos pais muito cedo exige uma maturidade extrema, contudo, o que se sabe é que a situação traz como bônus na “mala da vida” a autossuficiência. Apaixonado por futebol desde a infância, o jovem Vinícius dos Santos, 17, poderá, no próximo ano, alcançar o seu grande sonho: jogar no profissional de um grande clube.

O atleta, que nasceu em Laguna e morou até 2013 no bairro Alvorada, em Capivari de Baixo, poderá conseguir o feito, afinal, o garoto já atua no Avaí, time que subiu para a Série A do Brasileiro neste sábado. “No próximo ano vou atuar no juniores. Quero ter a oportunidade de jogar no profissional e ajudar o time que defendo. Para isso tenho que trabalhar dia a dia e, quando surgir a oportunidade, tenho que agarrar da melhor maneira possível”, projeta.

Vinícius iniciou nos gramados ainda pequeno, em uma extinta escolinha da modalidade na Cidade Termelétrica. Em 2013, o garoto atuava na Escola Casa Lar, em Araranguá. “Fui convidado pelo professor André Barcelos – também de Capivari. Na oportunidade fui artilheiro da competição. Quando sai da escolinha vim para o Leão da Ilha e, desde então, estou aqui. No último Catarinense fui o artilheiro com 14 gols, seis a mais que o vice-artilheiro”, lembra. A expectativa do adolescente é poder, a partir de janeiro, defender a equipe de Florianópolis na Copa São Paulo de Futebol Junior. Ele atua em um grupo grande pela primeira vez, e não é de se duvidar que não possa, além de jogar no profissional, atuar em um time internacional. “Sonho em jogar na Seleção”, conclui.