Magny-Cours, França

A vitória de Felipe Massa no GP da França, ontem, quebrou um longo jejum do Brasil na Fórmula 1. Com a vitória em Magny-Cours, o piloto brasileiro da Ferrari chegou aos 48 pontos e assumiu a liderança da Fórmula 1.

A última vez que um brasileiro assumiu a liderança da principal categoria do automobilismo mundial foi em 23 de maio de 1993, com Ayrton Senna. Na ocasião, o tricampeão mundial venceu pela sexta e última vez o GP de Mônaco com o carro da McLaren e ultrapassava o rival francês Alain Prost, da Williams, que terminou em quarto lugar nas ruas de Monte Carlo.

No entanto, o brasileiro não contava na ocasião com o melhor equipamento e perdeu a ponta da competição na etapa seguinte, no Canadá (13 de junho do mesmo ano). Senna teve que se contentar no fim daquele ano com o vice-campeonato e ver Prost ser tetracampeão.

Depois de Senna, o brasileiro que voltou a se aproximar da briga pelas primeiras posições foi Rubens Barrichello, durante a sua passagem pela Ferrari (2000 a 2005), mas o piloto não conseguiu em nenhum momento incomodar o ex-companheiro Michael Schumacher.

Os melhores resultados do atual piloto da Honda e recordista de Grandes Prêmios disputados na categoria foram dois vice-campeonatos (2002 e 2004).

Já Felipe Massa, tem dez GPs para manter ou tentar ampliar a diferença para quebrar outro jejum. Desde 1991, quando Ayrton Senna levou o tricampeonato, um brasileiro não é campeão mundial de F-1.