Rafael Andrade
Tubarão

Apesar de ocupar a oitava posição na tabela de classificação da Divisão Especial do Campeonato Catarinense, o Hercílio Luz está confiante na partida deste sábado, às 16 horas, contra o Videira. Se vencer, o Leão do Sul embola ainda mais a competição, que segue acirrada e indefinida nesta primeira fase.

O Colorado, comandado pelo exigente treinador Paulinho Portugal, entra em campo desfalcado no ataque. Edson Bugrão ainda sente dores na lombar e será poupado.

Jadson deve ser o substituto. A diretoria hercilista espera um grande número de torcedores para o jogo com a mudança na data da partida. O Leão entraria em campo domingo. A alteração teve o intuito de não coincidir com os jogos do Brasileirão, que neste domingo terá Vasco e Fluminense e Corinthians e São Paulo.

Do lado do líder do campeonato, o Peixe, o meia Rodrigo Bagé será o desfalque. Ele ainda recupera-se de um corte na cabeça após um choque com um jogador do Próspera, no último domingo.

O técnico Suca também não definiu o time titular para enfrentar o XV de Indaial, foram de casa, neste domingo, às 16 horas. Foi uma semana de treinamento intensivo que deixou jogadores e torcedores empolgados.

Laudo ‘carinho’!
A diretoria do Atlético Tubarão terá que desembolsar cerca R$ 8,5 mil para um outro engenheiro periciar e assinar um laudo para liberar, definitivamente, o Estádio Domingos Silveira Gonzales. A informação é do presidente do clube, Dorli Rufino, o Licão. Conforme o dirigente, o engenheiro é preciso ser credenciado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e especializado em estádios de futebol. Como esses profissionais ainda são raros, o preço é bastante salgado.