Marco Antonio Mendes
Tubarão

Menos conturbada do que semana passada, o Hercílio Luz mais uma vez passou por algumas mudanças, desde segunda-feira, quando a diretoria do clube decidiu pela contratação do treinador Joceli dos Santos para o cargo antes ocupado por Paulo Cunha e o interino Anderson Scheeffer.

O novo técnico avisou: precisa de mais contratações para reforçar a equipe. O pedido não foi atendido, uma vez que a diretoria aguarda o fim do primeiro turno do Campeonato Catarinense da Divisão Especial para resolver se é realmente necessário.

Durante toda a semana, foram realizados treinos coletivos, no entanto, poucas serão as mudanças no time que entra em campo neste sábado, às 15 horas, contra o Próspera, no Anibal Costa.

“Não temos o que mudar. São poucas as opções e tenho que trabalhar com o que temos. Não digo que a não contratação de mais jogadores atrapalhe a atuação da equipe, mas é uma situação que fica complicada”, analisou o técnico Joceli dos Santos.

Pela terceira rodada da competição, o Hercílio Luz está em busca dos seus primeiros três pontos. Em dois jogos, o primeiro contra o Juventus e o segundo contra o Imbituba, os resultados foram negativos para os tubaronenses. De todos os times da Chave B, o Leão do Sul é o único que ainda não tem pontos, portanto, ocupa a última posição na tabela, em quinto lugar.

Próspera faz o segundo jogo
O Próspera deve entrar em campo sem alterações no time. Formado por praticamente jogadores de categoria de base, o rival criciumense está em quarto lugar, com um ponto, conquistado em um empate com o Camboriuense. Enquanto o Hercílio Luz faz a terceira partida, a equipe da região carbonífera joga pela segunda vez, devido à desistência do Guarani da competição.