Marco Antonio Mendes
Tubarão

É vencer ou vencer. O Hercílio Luz não tem alternativa. Depois de perder para o Próspera na última rodada, em Criciúma, o time complicou-se e agora luta para, pelo menos, continuar na Divisão Especial e não cair para a Divisão de Acesso. Neste sábado, o Leão do Sul faz a sua última rodada pelo returno do Catarinense, contra a Camboriuense, às 16 horas, no estádio Domingos Gonzales.

“Além de termos que ganhar, temos que esperar resultados de outros jogos, inclusive da rodada do próximo fim de semana, que a gente não vai mais competir. Ou seja, a próxima semana será agoniante para nós”, enfatiza o presidente do clube, Édio Brás Ricardo.

Os adversários não fazem uma boa campanha nesta fase do campeonato. Estão na lanterna e também precisam da vitória. O time é comandado pelo ex-treinador do Hercílio no primeiro turno, Joceli dos Santos.

“Não acho que pelo fato de Joceli ter trabalhado aqui no começo do Estadual isto será um ponto positivo para ele. A equipe agora é bem diferente daquele que ele trabalhou. Além do mais, o nosso treinador mudou bastante a forma de jogar. Mas não podemos esquecer que Joceli é bem experiente em campo. Sabe o que faz”, ressalta o presidente.

O técnico da equipe tubaronense, Silvio Rogério, ex-preparador físico, deu folga na tarde desta sexta-feira para os jogadores, após trabalharem pela manhã. “Tivemos uma semana bastante puxada. Fizemos algumas mudanças, o pessoal está preparado. Antes da partida, vou trabalhar com a motivação dos jogadores.

Todos devem saber que esta vitória é muito importante, até porque é o nome deles que está em jogo”, destaca.
Se, por algum motivo, o Hercílio terminar o returno em quinto lugar, terá pela frente mais uma partida para decidir se fica na Divisão Especial ou se será rebaixado.