Na primeira experiência on-line de competição da Associação Impacto, equipe do karate tubaronense, os atletas tiveram 100% de aproveitamento. “Ganhamos ouro em todas as categorias que participamos”, comemora o sensei Fabrício de Souza. Ao todo seis karatecas disputaram o 1º Campeonato Virtual de Kata – Amigos do Karatê. A competição foi realizada de forma virtual, através da gravação e o envio de vídeos.

Entre os campeões, Anabel da Silva Silveira teve a nota mais alta, não só no naipe feminino, como no masculino. Na mesma categoria da atleta, houve dobradinha tubaronense, com Ana Luíza Conceição dos Santos e Larissa Cláudio Rocha. No adulto, Laura Losekann fez bonito e garantiu o lugar mais alto no pódio, assim como os meninos Antony Machado Firmiano e Kauan Duarte Nascimento.

No próximo fim de semana a equipe volta a competir no ambiente virtual. Ninho Campeões de Karatê é quem organiza o evento, lá de Minas Gerais. Desta vez, além do Kata, o elenco da Cidade Azul vai disputar o Kumite. E é esse o ponto interessante para se destacar. Como será feita uma luta, com a medida de distanciamento social? O sensei Fabrício de Souza explica. “Cada atleta precisa colocar uma pessoa na sua frente, parada, em posição de luta e desferir golpes em 45 segundos”, esclarece.

Nos primeiros 15 segundos serão golpes de socos, posteriormente, mais 15 segundos de chutes na linha do peito e abdômen e, por fim, o restante do tempo com chutes na linha da cabeça. O vídeo deverá ser gravado e enviado de forma corrida, sem pausas ou edições. Os árbitros vão avaliar a quantidade e qualidade do que é realizado e assim dar a pontuação. “É interessante, porque ele avalia a resistência do karateca, com todos os critérios de forma consecutiva e ainda avaliar aspectos técnicos”, finaliza Fabrício.

É importante ressaltar que a Associação Impacto, formada pelos karatecas e treinadores, recebem o benefício do Bolsa Atleta e Bolsa Técnico, programa da Prefeitura de Tubarão, através da Fundação Municipal de Esporte.