Priscila Loch
Tubarão

A noite de ontem poderia ter sido de festa dupla para os torcedores do sul do estado. CFZ Imbituba e Hercílio Luz tinham ‘a faca e o queijo na mão’ para garantir o acesso à Divisão Principal do Campeonato Catarinense do próximo ano. Entretanto, apenas o time do litoral conseguiu tal façanha (leia matéria abaixo). A equipe tubaronense não conseguiu a vitória e agora não depende mais apenas de si.

O Leão do Sul entrou em campo contra o Juventus, ontem, motivado pela torcida, que compareceu em peso no Estádio Anibal Costa. Mesmo assim, os visitantes foram superiores e venceram por 1 a 0. O gol foi marcado por Serginho, aos 25 minutos do primeiro tempo.

Com o resultado, os donos da casa não conseguiram quebrar o tabu: o Hercílio não conseguiu vencer uma partida sequer em casa neste quadrangular final da Divisão Especial. E o retrospecto do turno e returno da competição também não é muito bom: em nove rodadas disputadas no Anibal Costa, o Leão venceu somente quatro.

De qualquer forma, os torcedores de Tubarão ainda podem ter esperanças. No último jogo do quadrangular, nesta quarta-feira, o Hercílio vai a Imbituba enfrentar o CFZ. Além de vencer, precisa torcer por um empate ou vitória do Porto sobre o Juventus.

Os dois melhores colocados jogam domingo e quarta-feira da próxima semana para saber quem leva o título da Divisão Especial. E ambos classificam-se à primeira divisão do estadual de 2010.

O 10º ponto rendeu a classificação
União da Vitória

Já era previsto que não seria fácil, que seria necessário muita luta, concentração e determinação. E isto não faltou a todo o elenco do CFZ Imbituba, que conquistou o ponto mais importante de sua história na tarde de ontem, contra o Porto, em União da Vitória.

O empate em 0 a 0 contra a equipe da casa deu o 10° ponto ao time do Ninho da Águia, o que o credencia à elite do futebol catarinense em 2010, pois não pode ser alcançado por mais ninguém. “Agora a torcida pode comemorar, porque ela merece, nos acompanhou, apoiou e todo esse trabalho foi para nossa cidade”, afirma o presidente do clube, Roberto Rodrigues, o Robertinho.

As duas equipes começaram a partida se estudando bastante e sem irem muito ao ataque. No segundo tempo, o Porto lançou-se ao ataque e a Águia do Litoral jogou nos contra-ataques. Mas o plavcra terminou mesmo magrinho. “Nossa equipe foi guerreira e mereceu muito essa vaga. É um elenco que está de parabéns. Mas o campeonato não acabou, vamos com o mesmo profissionalismo e determinação para o próximo jogo em busca da vitória”, garante o técnico Joceli dos Santos, que conquistou o quinto acesso da sua carreira.