Atletas e torcida comemoram juntos a conquista   - Foto:Eduardo Ventura/Divulgação/Notisul
Atletas e torcida comemoram juntos a conquista - Foto:Eduardo Ventura/Divulgação/Notisul

Tubarão

Após alguns meses de disputa foi conhecido, ontem, o campeão regional de futebol máster. As equipes do Caeté e Canoas decidiram a final. A Copa Máster é uma iniciativa da Liga Tubaronense de Futebol (LTF).

 Atletas dos dois times sentiram muito o calor de 30ºC em Tubarão, no Estádio Domingos Gonzales, e dosaram a participação na etapa inicial, com poucas chances de gols para ambos os lados, o empate no primeiro tempo, de certa maneira pareceu justo pelo que foi apresentado.

Se a primeira etapa foi morna, a complementar foi quente. Aos dois minutos, em uma jogada de contra-ataque com Kung pela direita, quando o atacante invadiu a grande área e chutou cruzado, o placar foi aberto para o Caeté. E o que se viu na arquibancada foi uma verdadeira festa rubro-negra. Com o gol marcado, o time de Oficinas se retraiu. Após os 30 minutos foi a vez do goleiro Regi começar os milagres. Ele agarrou um chute cruzado de Digo e uma cabeçada à queimarroupa de Boca, mas aos quatro minutos não conseguiu segurar a cabeçada do zagueiro Kiko, que empatou o jogo e levou o confronto às penalidades máximas.

Nas cobranças, Salatiel, Teteco, Clovis e Sandrinho converteram para o Caeté que teve ainda um pênalti perdido por Kung, o qual Nestor defendeu. Para o Canoas marcaram Boca, Neizinho e Carlinhos, mas o dia era do goleiro Regi, primeiro pegou um cobrado por Ivan e ainda viu Fabio colocar para fora a última cobrança. No final deu Caeté por 4 x 3.

Depois de dois anos, o grupo volta a comemorar um título pela LTF. “Parabenizamos todas as equipes que participaram da competição neste ano, em especial ao campeão Caeté”, reconhece o presidente da Liga, Weliton Brasil Ribeiro. A competição está confirmada para o calendário de 2017, onde será realizada a segunda edição.