Imbituba
Ainda que como uma etapa de menor expressão, a Praia da Vila, em Imbituba, parece estar de volta ao cenário nacional do surfe. A Associação Brasileira de Surf Profissional (Abrasp) anunciou a realização do histórico trigésimo Circuito Brasileiro em 2017, com várias etapas somando pontos no ranking para definir o Campeão Brasileiro da temporada e a Cidade da Baleia-Franca é palco da segunda etapa.
Foram criados sete níveis de premiação e pontuação – desde “1A” oferecendo o mínimo de R$ 5 mil de prêmio até “7A” de R$ 80 mil. O objetivo é promover novas oportunidades para centenas de surfistas que estão sem competir, pois no ano passado não teve circuito e nem campeão brasileiro, pela primeira vez em 31 anos de história. A Abrasp apresenta uma proposta de calendário ousada, com 24 etapas masculinas e doze femininas, sendo que dez delas são combinadas com homens e mulheres competindo no mesmo evento. E Imbituba ficou com 2ª etapa, 30 de abril.
“Como surfista e integrante da diretoria da Abrasp, já estou ansioso para o início do Circuito 2017”, disse Dunga Neto, o atual presidente da Associação Brasileira de Surf Profissional. “Foram realizadas algumas mudanças no Livro de Regras visando nos adequarmos a atual situação econômica e política que o país atravessa. Buscamos criar mais oportunidades para que um maior número de surfistas participe do Circuito Brasileiro, oferecendo uma grade de premiação variada para também captarmos novos patrocinadores”.
A entidade que organiza o surfe profissional brasileiro, vem encontrando dificuldades para realizar o circuito desde que o país sediou a Copa do Mundo de Futebol seguida pelos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro. Muitos surfistas até interromperam suas carreiras pela falta de campeonatos. “Essa situação vem causando danos nefastos à estrutura do surf profissional brasileiro, além de um impacto sem precedentes na vida dos mesmos atletas, motivo principal da Abrasp para voltar com urgência ao formato mais próximo do antigo, utilizado até 2015, sem uma divisão de elite como nos tempos do SuperSurf”, justifica a Abrasp.
Outra preocupação da entidade é com a categoria feminina e a diretoria trabalha para fazer um calendário de doze etapas para as meninas competirem esse ano, o que nunca aconteceu na história da Abrasp. Para os homens, a proposta inicial agenda 24 provas e se tiverem mais de sete, serão computados os seis melhores resultados no ranking que definirá o campeão brasileiro da temporada.
Algumas etapas de maior expressão não tem local confirmado e não é descartado que a cidade receba uma das etapas de nível principal, que deve receber toda a elite do surfe nacional.
PROPOSTA DE CALENDÁRIO DO CIRCUITO BRASILEIRO ABRASP 2017 MASCULINO
1.a- Abr 22-23: Maresia Paulista Profissional em Ubatuba (SP) – 4A – R$ 30.000 – 3.000 pontos
2.a- Abr 30-01: Imbituba Profissional de Surf na Praia da Vila (SC) – 1A – R$ 5.000 – 350 pontos
3.a- Jun 01-04: Brasileirão Pro ABRASP masculino e feminino a ser confirmado
4.a- Jun 09-11: Cearense Pro na Praia do Futuro (CE) – 2A – R$ 10.000 – 750 pontos
5.a- Jul 12-16: Brasileirão Pro ABRASP masculino e feminino a ser confirmado
6.a- Jul 22-23: Maresia Paulista Profissional em local a definir – 4A – R$ 30.000 – 3.000 pontos
7.a- Ago 01-02: Circuito Liga Baiana em Olivença (BA) – 4A – R$ 30.000 – 3.000 pontos
8.a- Ago 03-04: Circuito Liga Baiana em Itacaré (BA) – 4A – R$ 30.000 – 3.000 pontos
9.a- Ago 05-06: Circuito Liga Baiana em Itacaré (BA) – 4A – R$ 30.000 – 3.000 pontos
10- Ago 10-13: Surf Tour no Rio de Janeiro (RJ) – 6A masculino – R$ 60.000 – 6.000 pontos
11- Ago 17-20: ABRASP PRO masculino a ser confirmado
12- Ago 23-27: ABRASP PRO masculino a ser confirmado
13- Ago 25-27: Cearense Pro na Praia da Taíba (CE) – 2A – R$ 10.000 – 750 pontos
14- Set 01-03: Liga Brasil em Florianópolis (SC) – 3A masculino – R$ 20.000 – 1.500 pontos
15- Set 21-24: Ubatuba Surf em Itamambuca (SP) – 3A masculino – R$ 15.000 -1.500 pontos
16- Set 27-28: Circuito Liga Baiana em Itacaré (BA) – 4A – R$ 30.000 – 3.000 pontos
17- Set 30-01: Circuito Liga Baiana em Itacaré (BA) – 4A – R$ 30.000 – 3.000 pontos
18- Out 14-15: Maresia Paulista Profissional em local a definir – 4A – R$ 30.000 – 3.000 pontos
19- Out 18-22: Brasileirão Pro ABRASP masculino e feminino a ser confirmado
20- Nov 09-12: ABRASP PRO masculino a ser confirmado
21- Nov 25-26: Liga Brasil na Praia de Maresias (SP) – 3A masculino – R$ 20.000 – 1.500 pontos
22- Nov 30-03: Surf Tour no Guarujá (SP) – 6A masculino – R$ 60.000 – 6.000 pontos
23- Dez 06-10: Brasileirão Pro ABRASP masculino e feminino a ser confirmado
24- Dez 16-17: Liga Brasil no Rio de Janeiro (RJ) – 3A masculino – R$ 20.000 – 1.500 pontos
PROPOSTA DE CALENDÁRIO DO CIRCUITO BRASILEIRO ABRASP 2017 FEMININO
1.a- Jun 01-04: Brasileirão Pro ABRASP masculino e feminino a ser confirmado
2.a- Jul 12-16: Brasileirão Pro ABRASP masculino e feminino a ser confirmado
3.a- Ago 10-13: Surf Tour no Rio de Janeiro (RJ) – 5A feminino – R$ 20.000 – 3.000 pontos
4.a- Set 01-03: Liga Brasil em Florianópolis (SC) – 1A feminino – R$ 3.000 – 350 pontos
5.a- Set 21-24: Ubatuba Surf em Itamambuca (SP) – 2A feminino – R$ 5.000 – 750 pontos
6.a- Set 30-01: ABRASP Feminino em Riviera de São Lourenço (SP) – 4A – R$ 15.000 – 2.000 pontos
7.a- Out 14-15: ABRASP Feminino no Rio de Janeiro (RJ) com premiação a definir
8.a- Out 18-22: Brasileirão Pro ABRASP masculino e feminino a ser confirmado
9.a- Nov 25-26: Liga Brasil na Praia de Maresias (SP) – 1A feminino – R$ 3.000 – 350 pontos
10- Nov 30-03: Surf Tour no Guarujá (SP) – 5A feminino – R$ 20.000 – 3.000 pontos
11- Dez 06-10: Brasileirão Pro ABRASP masculino e feminino a ser confirmado
12- Dez 16-17: Liga Brasil no Rio de Janeiro (RJ) – 1A feminino – R$ 3.000 – 350 pontos
Fonte: ClickSul