Criciúma

Não foi desta vez que o técnico Tcheco conheceu sua primeira vitória na Série B do Campeonato Brasileiro pelo Coritiba. A equipe alviverde buscou um empate em 2 a 2 diante do Criciúma depois de ficar dois gols atrás no placar no Estádio Heriberto Hülse.

A partida começou morna. Com os times se estudando e pouca ação no campo ofensivo. Aos dez minutos, cruzamento na medida para Elvis, que pegou de primeira e chutou fraco, direto pela linha de fundo. Os donos da casa tinham maior posse de bola. Aos 15 minutos, Elvis cobrou falta, fechada, a bola passou por todo mundo e ninguém aproveitou o lance.

Aos 19 minutos, Zé Carlos foi tocado por Carlos César na área e o árbitro anotou a penalidade. Na cobrança, o próprio Zé Carlos bateu no canto direito e abriu o placar. O Tigre se empolgou com o gol e, aos 23 minutos, Vitor Feijão aproveitou para bater e marcar o segundo tento. O Coxa tentou responder, aos 29 minutos, com Guilherme Parede recebendo na área e chutando forte para defesa de Belliato.

Aos poucos o time coxa-branca se soltava em campo, não sem passar por um susto, aos 31 minutos, com Vitor Feijão balançando a rede, mas em impedimento. Aos 37 minutos, Carlos Eduardo cobrou falta na área, William Matheus completou e carimbou a defesa. O Alviverde conseguiu descontar antes do intervalo, aos 46 minutos, com Guilherme desviando chute de Vinicius Kiss para a rede.

Empate veio na segunda etapa

Para a segunda etapa, o Coritiba voltou com Bruno Moraes no lugar de Vinícius Kiss. Aos dois minutos, Zé Carlos levantou a bola, que bateu no travessão e, na sobra, foi tirada pela defesa. O ritmo da partida caiu bastante, com o Tigre mais retraído, esperando por contra-ataques, que não aconteciam, enquanto o Coxa não conseguia entrar na defesa adversária.

Pegando sobra de bola, aos 19 minutos, Eduardo pegou forte na bola e mandou por cima da meta alviverde. Cruzamento para Bruno Moraes, aos 23 minutos, e o atacante coxa-branca furou na frente do gol. Sem cacoete de atacante Carlos César recebeu na entrada da área, levantou a cabeça, e isolou a bola.

O Coxa pressionava, até que, aos 30 minutos, Jean Mangabeira desviou a bola com o braço e o árbitro anotou a penalidade. Na cobrança, o goleiro Wilson deixou tudo igual no placar. No momento da reação, o Coritiba ficou com um a menos, com Thalisson Kelven recebendo o segundo amarelo. Liel pareceu com liberdade para marcar, aos 38 minutos, mas o árbitro anulou, anotando impedimento. Já nos acréscimos, Wilson salvou cobrança de falta de Marlon para garantir o ponto fora de casa.

Com o resultado, o Coxa segue na décima posição, com 30 pontos. Já o Tigre, com 25 pontos, é o décimo quarto colocado. Na próxima rodada, o Criciúma encara o CSA, no sábado, no Estádio Rei Pelé, em Maceió. Já o Coritiba retorna a campo na sexta-feira, quando recebe o Oeste, no Estádio Couto Pereira.