A modalidade é disputada com duas ou quatro pessoas em uma quadra com as mesmas dimensões do vôlei.

Florianópolis

A etapa do Circuito Mormaii de Beach Tennis reúne desde esta sexta-feira, mais de 360 atletas apaixonados pelo esporte na Praia da Joaquina, em Florianópolis. As disputas ocorrem em diversas categorias.

Dez atletas de Tubarão participaram da competição na capital. Além do circuito catarinense há etapas da modalidade, em Porto Seguro, na Bahia; São Luís, no Maranhão, Rio de Janeiro e São Paulo. “Estou bem confiante. O grupo de Tubarão é forte e poderá trazer medalhas e títulos para a cidade. Temos desafios duros pela frente, mas buscaremos fazer o melhor e vencer os nossos oponentes”, projeta Guilherme Sousa um dos competidores da Cidade Azul.

O formato do esporte surgiu na cidade de Ravenna, Itália em meados dos anos 80 e começou a ser difundido no Brasil, especificamente no Rio de Janeiro duas décadas depois. As regras do jogo não são complicadas. Uma rede e o objetivo é não deixar a bolinha cair no chão. Os pontos são válidos quando a redonda cai no cantinho ou atrás da quadra. É praticado em duplas, na quadra de 16×8 metros, separados por uma rede de 1,70 metro de altura. Além disso, as regras são próximas aos esportes de rede.

Em um primeiro momento pode soar estranho quando um esporte mistura tênis e vôlei de praia. Mas a estranheza logo se dilui quando se conhece a modalidade. “O Beach Tênnis vem conquistando cada vez mais seu espaço nas areias de Santa Catarina”, encerra.