William Lampert/CA Tubarão/Divulgação/Notisul
William Lampert/CA Tubarão/Divulgação/Notisul

Planejamento para o Campeonato Catarinense de 2020 entre outras novidades foram apresentadas em coletiva na tarde desta terça-feira (3) pelo presidente do Clube Atlético Tubarão SPE, Luiz Henrique Martins Ribeiro, e o gerente de futebol, Abel Ribeiro.

A Kappa, tradicional marca italiana, será a responsável pela confecção das camisas do Clube Atlético Tubarão para 2020. Em campo, o grupo mudará bastante, especialmente em relação ao primeiro semestre. 

“Aprendemos bastante com o que aconteceu em 2019. São 21 jogadores que deixam o clube, seja por final do contrato, rescisão ou por empréstimo. Somente três atletas que disputaram o Catarinense deste ano permanecem conosco: Parrudo, Nikolas Farias e Roberto. Vamos ter jogos muito difíceis em Tubarão. Será muito importante o apoio do nosso torcedor”, destaca o presidente.

Na primeira fase, o Peixe terá quatro partidas na Vila, três contra equipes que disputarão a Série B do Campeonato Brasileiro: Avaí, Chapecoense e Figueirense. Além deles, a equipe também recebe o Juventus. A pré-temporada iniciou na segunda-feira. Nesta terça, o elenco realizou avaliações físicas em Florianópolis.

“Vamos ter um grupo com 28 e 30 atletas, sendo 15 deles oriundos das categorias de base. Vamos contratar de quatro a cinco reforços pontuais. Estamos buscando um zagueiro, um lateral esquerdo, um meia, um volante e possivelmente mais um atacante”, salienta Abel.

Fora de campo a novidade fica pelo novo fornecedor de material esportivo com o acordo firmado com a Kappa, que veste no Brasil equipes como Botafogo, Vitória e Botafogo-SP. As camisas de 2020 devem ter pré-lançamento de venda na segunda quinzena de dezembro. Neste mesmo período deverá ser lançado o plano de sócios da próxima temporada.

“É um plano que foi concebido ouvindo o torcedor e algumas das suas necessidades. Sobre a Kappa, é motivo de muito orgulho para nós termos eles como parceiros. A nossa marca própria, a PX, seguirá existindo, sendo utilizada em outras linhas de materiais”, acrescenta Luiz Henrique.