Relatório da situação financeira da entidade foi apresentado aos futuros gestores dos municípios da Amurel pela direção do hospital -  Fotos:HNSC/Divulgação/Notisul
Relatório da situação financeira da entidade foi apresentado aos futuros gestores dos municípios da Amurel pela direção do hospital - Fotos:HNSC/Divulgação/Notisul

Tubarão

Com prejuízo estimado em R$ 365 mil reais/mês, o setor de emergência do Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC) é um dos graves impasses da entidade atualmente. Não só em Tubarão, mas em todo o Brasil, a superlotação nos serviços de emergência é um dos maiores problemas enfrentados por instituições de saúde, governo e pacientes do Sistema Único de Saúde. 

O que se verifica todos os dias na Cidade Azul é a utilização desses serviços por pacientes estáveis, que poderiam ser atendidos em ambulatórios e postos de saúde da Amurel. Segundo estatísticas do HNSC, 81% das pessoas que procuram a emergência do hospital não apresentam problemas que justifiquem estarem naquele local, pois são casos considerados, de acordo com a classificação de risco, ‘pouco urgente’ e/ou ‘não urgente.’

Preocupados com a situação, a direção do Nossa Senhora reuniu os prefeitos eleitos dos municípios da Amurel, na noite desta terça-feira, com objetivo de discutir ações de melhorias no atendimento da instituição.

Os prefeitos acompanharam históricos de atendimentos na emergência por município no período de janeiro a outubro deste ano, e tiveram acesso a dezenas de dados alarmantes. Para a diretora executiva do HNSC, Patricia de Toledo, essa foi a oportunidade dos dirigentes de expor a real situação da emergência e pedir apoio na busca de soluções para que o hospital continue a oferecer atendimento digno à população.

Audiência com governo do Estado será marcada
Durante a reunião, algumas sugestões foram propostas pelos prefeitos eleitos. Uma delas foi o agendamento de uma audiência junto ao secretário de Estado de saúde, João Paulo Karam Kleinubing, em conjunto com as prefeituras da região.
O prefeito eleito de Tubarão, Joares Ponticelli, propôs assumir um compromisso em auxiliar a instituição por meio de uma gestão compartilhada na área da saúde em parceria com a Unisul.
“Todos aqui sabem da importância desta instituição na assistência à saúde. Juntos, devemos procurar soluções para melhorar o atendimento da rede pública em nosso município que, consequentemente, refletirá na redução do número de atendimentos”, envolve. Ponticelli ressalta que na próxima semana uma audiência será marcada para buscar recursos. 

Cardiologista assume a direção técnica do HNSC
O nome do novo diretor técnico do Hospital Nossa Senhora da Conceição, de Tubarão, foi anunciado pela diretoria executiva, Patricia de Toledo, durante a homenagem prestada pelos diretores, irmãs, médicos e colaboradores, ao atual diretor técnico, Mauro da Silva. O urologista, que permaneceu na direção técnica durante dez anos, encerra suas atividades hoje, e o cardiologista Cristiano Alexandre Ferreira assume o cargo hoje, por indicação da própria diretoria clínica. Médico há mais de 11 anos, o novo diretor se especializou em cardiologia em 2008, quando concluiu a residência no Instituto de Cardiologia do Estado de São Paulo. Possui também o título de especialidade em clínica médica, medicina de urgência e ecocardiografia. O cardiologista é natural do Rio Grande do Sul, mas atua em Tubarão e região. Recebeu, neste ano, o título de Cidadão Tubaronense outorgado pela Câmara de Vereadores.  


Urologista Mauro da Silva atuou por dez anos como diretor técnico da instituição e recebeu homenagens de colaboradores do HNSC