Tubarão

A sessão solene que ocorreria nesta quinta-feira, às 19 horas, na Câmara de Vereadores de Tubarão, em homenagem à Semana Municipal da Consciência Negra, no plenário, foi transferida para o próximo dia 24, às 18 horas. A mudança ocorreu por causa do forte vendaval e falta de energia elétrica que atingiu em parte da região.

Nesta sessão, uma palestra relacionada com o tema será proferida pelo professor Marcos Canetta Rufino. O palestrante é atuante em vários movimentos e causas sociais.

Além disso, na solenidade algumas pessoas de destaque na cidade receberão menções honrosas por atuarem de forma relevante na defesa dos negros e de questões sociais, como o jornalista do Notisul e estudante de direito da Unisul, Jailson Vieira Alves, as professoras Alaíde Corrêa (Dinha) e Aleida Cardoso, Carlos Augusto Lopes, Carmen Beatriz Marins de Souza, Elísio de Souza Madeira, Elmo Pereira, Emerson Cardoso, Lisiane Schwartz Resende, Luiz Gonzaga Cardoso, Marcelo Corrêa, Marcos Canetta Rufino, Maria de Lourdes Vieira, Marília da Silva Alano, Pedro Hermínio Maria, Tadeu Jair Pereira, Teresinha Isabel Alves, Tiago Porfírio Motta e Vanderlei Rufino Machado.

Neste domingo, na Igreja Santa Ana, no bairro Indaial, em Gravatal, ocorre a 24ª Festa Cultural Zumbi Afro. O evento iniciará às 8 horas com o café afro, às 10 horas tem missa afro e às 12 horas almoço no valor de R$ 15,00. Logo depois, às 14 horas será ministrada uma palestra com o professor Maurício da Silva, 30 minutos depois ocorrerão apresentações artísticas com os grupos Caxambu, Moquineto e Pastorais, e às 16 horas o encerramento com desfile de moda.

De acordo com o professor Maurício, a festividade ocorre todos os anos em duas dioceses distintas, a de Tubarão e de Criciúma. Ele esclarece que o intuito é reafirmar e resgatar a cultura afro. “Vamos abordar tudo, afinal os costumes e toda a cultura tem uma resposta”, resume.