Amanda Menger
Tubarão

Você já ouviu falar do Comitê da Bacia Hidrografia do Rio Tubarão? Se não, você faz parte de uma grande maioria de pessoas na região. A pesquisa “Percepção e Gestão Ambiental” aponta que cerca de 23 mil pessoas – das 360 mil que moram na região – não conhecem o comitê. Este e outros resultados fazem parte de um levantamento feito em 21 municípios, com 81 mil questionários. Destes, 37 mil retornaram e foram compilados pela equipe da câmara técnica da educação ambiental.

Pela pesquisa, 58% dos entrevistados de Tubarão responderam que não conhecem o comitê. O resultado negativo não surpreende o presidente da entidade, Dionísio Bressan Lemos. “Pensava que os dados poderiam ser ainda piores. Claro que o ideal é que todos conhecessem. Para nós, a imagem do comitê não é fundamental, e sim as atitudes das pessoas”, justifica.

Outro dado que chamou a atenção do presidente foi que crianças e adolescentes, entre 10 e 19 anos, estão preocupados com o meio ambiente. “Nesta faixa etária, mais de 90% dos jovens vêem a situação como algo importante e que precisa ser mudado. Isso significa que esta geração está muito interessada na transformação e eles vão mudar o comportamento da sociedade”, argumenta Dionísio.

Para o coordenador da câmara técnica, Jaime Paladine, falta o comitê aproximar-se da população. “Os dados mostram que é necessário um contato maior com as comunidades e ouvir o que a população pensa a respeito do meio ambiente em que vive é um grande passo”.