Letícia Matos
Laguna

Os atendimentos eletivos do serviço de emergência do Hospital Senhor Bom Jesus dos Passos, em Laguna, serão suspensos a partir de hoje, às 7 horas. Os atendimentos aos pacientes graves – casos de urgência e emergência – não serão afetados. A decisão foi tomada na última semana, porém a paralisação iniciaria ontem. 

Após uma reunião entre administradores da instituição e gestores municipais, ocorrida ontem à tarde, os diretores do hospital optaram em cessar os serviços até que sejam quitados todos os valores devidos pela prefeitura da Cidade Juliana.  O descumprimento, por parte da prefeitura, no acordo de parcelamento da dívida com a instituição, firmado há três meses, além do atraso do pagamento da parcela atual que totaliza R$ 100 mil, foi o que levou os administradores à decisão. Hoje, outra parcela de R$ 100 mil se somará a esta, dobrando assim o valor da dívida.

Após a reunião de ontem, ficou acordado com o coordenador especial de gabinete da prefeitura, Fábio Kfouri, que o executivo irá pagar uma parcela de R$ 100 mil hoje. A outra parcela deverá ser quitada no decorrer deste mês. “Não acredito em acordo verbal. Só voltaremos a atender quando o dinheiro estiver na conta”, ressalta a presidente do hospital, Regina Ramos dos Santos.

Vereadores tentaram interceder
Os vereadores da cidade de Laguna pediram o cancelamento da paralisação e prometeram buscar uma solução para o problema do hospital. A presidente da instituição deu o prazo de 24 horas para a solução ser apresentada, porém, nada foi feito. “Vamos parar nem que seja por algumas horas. De promessas estamos cheios”, destaca.

Atraso no repasse
De acordo com a secretária de saúde da prefeitura de Laguna, Raquel Xavier, o motivo do atraso do repasse e do acordo feito com o hospital é o mesmo já apontado para outras situações de pagamentos no executivo: as dificuldades econômicas do município. Raquel também afirma que existem R$ 350 mil de repasses para a saúde pelo governo do estado, que também estão em atraso.