Tubarão

Os casos suspeitos de nova gripe em Tubarão começaram a multiplicar-se de maneira assustadora. Somente neste fim de semana, a equipe de plantão da 20ª gerência de saúde coletou amostras de 13 pessoas com os sintomas que podem ser o da Influenza A. No sábado, foram cinco pessoas, todos do sexo masculino. Entre os casos há dois adolescentes, 15 e 18 anos, e três homens (23, 27 e 42 anos).

Destes, quatro estão internados em quartos isolados do Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC). O outro, o homem de 27 anos, é o caso mais grave. Ele está na UTI desde o sábado com problemas respiratórios graves. Seu estado é considerado estável.
Ontem, oito amostras foram colhidas. Sete delas em Tubarão e uma em Jaguaruna, de uma criança. O sexo dos pacientes não foi informado, assim como se foram, ou não, internados. Com isso, sobe para 32 o números de casos suspeitos da nova gripe em Tubarão. Eram 20 até a sexta-feira (Confira os números nas outras cidades no quadro).

Para esta semana, é esperado o resultado dos dois exames feitos nos pacientes que morreram na última semana: a jovem Noemi Souza Martins Cascaes, 22 anos, grávida de seis meses, falecida quarta-feira, e de um caminhoneiro, de 34 anos, que morreu quinta-feira à noite.

Ainda na sexta-feira, o exame feito em um homem de 24 anos, de Gravatal, falecido no HNSC há mais de uma semana, descartou a suspeita da nova gripe. Desde o começo da pandemia, em maio, a cidade teve apenas um caso confirmado (em uma mulher de 26 anos). De todos estes casos suspeitos em Tubarão, somente um foi descartado até agora (um homem). Todos os outros – inclusive os 13 pacientes examinados neste fim de semana – aguardam os resultados para confirmar, ou não, a doença.