Muitos carros ainda se arriscam e fazem a travessia: a estrutura está bastante comprometida e há tábuas em estado precário.
Muitos carros ainda se arriscam e fazem a travessia: a estrutura está bastante comprometida e há tábuas em estado precário.

Karen Novochadlo
Jaguaruna

A situação da ponte de Congonhas, na divisa dos municípios de Tubarão e Jaguaruna, é cada vez mais precária. A mureta de proteção é praticamente inexistente, a esteira está cheia de buracos e as tábuas podres são um perigo para pedestres e motoristas.
 

A prometida reforma para o verão não será realizada. De acordo com o prefeito de Jaguaruna, Inimar Felisbino Duarte (PMDB), melhorias serão feitas somente na esteira da ponte, onde passam os veículos. A previsão é que os trabalhos iniciem na próxima semana. Somente a passagem de veículos leves, como carros e motos, é permitida.
 

Pelo lado de Tubarão, a ponte de Congonhas segue interditada. Um boletim de ocorrência foi registrado, em 2009, para atestar que há risco de queda. O parecer técnico, assinado por engenheiros civis da secretaria de planejamento da prefeitura, confirma que a estrutura está deteriorada pelo uso e ação do tempo. Enquanto a nova ponte não é construída, os motoristas devem buscar outros trajetos, como a BR-101.

Planos para uma nova ponte
A solicitação de recursos para a construção de uma ponte de concreto em Congonhas já foi aprovada pelo conselho de desenvolvimento regional. As verbas somam R$ 630 mil. A próxima etapa é o estado adicionar a obra no orçamento de 2011. Caso isso ocorra, o edital de licitação deve ser lançado no primeiro semestre do próximo ano.