Os moradores das imediações entraram em pânico e foram orientados a passar a noite fora - Foto:Luiz Antônio Cechinel/Divulgação/Notisul
Os moradores das imediações entraram em pânico e foram orientados a passar a noite fora - Foto:Luiz Antônio Cechinel/Divulgação/Notisul

Tubarão

A laje do prédio de oito andares em construção da Clínica Pró-Vida, na Travessa Antônio Manoel Prudêncio, na Vila Moema, em Tubarão, desabou ontem à noite, por volta das 22h30min. De acordo com o morador de um edifício ao lado Leandro Martins o estouro foi grande e teve grandes proporções. “Foi tudo muito rápido escutamos o barulho e logo em seguida a área ficou sem energia elétrica. Todos estamos preocupados e espero que a situação possa ser resolvida logo”, expõe o empresário.

Conforme o Corpo de Bombeiros Militar a laje tinha sido concretada ontem no fiml da tarde e quatro horas depois a estrutura ruiu. O secretário de Defesa Civil de Tubarão, Rafael Marques, explica que a área foi isolada e ninguém poderá circular por aquele local. “Faremos uma inspeção amanhã (hoje) para saber as causas do ocorrido. Somente depois disso poderemos dar informações mais detalhadas sobre o desabamento da laje”, observa. 

Moradora de um prédio atrás da construção, Sônia Rocha explica que todos entraram em pânico e que foram orientados pelos bombeiros a saírem do local. “Parecia um terremoto. Acreditava que não iria ver mais ninguém. Todos estamos apavorados e com muito medo”.

Os vizinhos dos dois prédios próximos foram retirados de suas residências e aconselhados a passar a noite em outro local. A energia elétrica dos arredores foi desligada. “Os trabalhos de monitoramento continuarão por toda a noite. Não temos como dizer agora o quanto a estrutura foi comprometida somente amanhã (hoje)”, esclarece Rafael.