Aproximadamente 500 mil pessoas passaram por Laguna no Carnaval 2012, do Farol de Santa Marta a Itapirubá. Desfile das escolas de samba e blocos são as principais atrações da festa de momo na Cidade de Anita - Foto:André Luis Fotografia/Divulgação/Notisul
Aproximadamente 500 mil pessoas passaram por Laguna no Carnaval 2012, do Farol de Santa Marta a Itapirubá. Desfile das escolas de samba e blocos são as principais atrações da festa de momo na Cidade de Anita - Foto:André Luis Fotografia/Divulgação/Notisul

 

Zahyra Mattar
Laguna
 
Desta vez foi Laguna que surpreendeu na pesquisa sobre o turismo, feita pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina (Fecomércio). Ao todo, quatro municípios participaram do levantamento – Florianópolis, São Francisco do Sul e Joaçaba, além da Cidade de Anita -, realizado entre os dias 18 e 23 de fevereiro.
 
O município do sul teve a melhor colocação nos quesitos hospedagem, gastronomia, segurança, hospitalidade e sinalização. Em termos gerais, a pesquisa confirma: o turista tem preferência pelas praias e pelo Carnaval.
 
O maior público que escolheu Laguna neste período tinha 26 a 30 anos (39,30%) e era solteiro. Em termos gerais, o levantamento também aponta a ascensão do turismo na classe média. Na Cidade do sul, 43,8% dos entrevistados eram desta classe.
 
Também foi surpresa os motivos apontados pelos visitantes para a escolha do roteiro. Dos que optaram por Laguna, 78% elegeram a cidade por conta das praias, das belezas naturais e das comemorações momescas.
 
Em todas as regiões, a avaliação dos turistas foi positiva. Florianópolis teve 96% de aprovação, Laguna teve 94%, Joaçaba alcançou os 93% e São Francisco do Sul registrou 85% de satisfação.
 
Um outro ponto muito interessante, ainda, é que os turistas que disseram não pretender retornar para a temporada do próximo ano alegaram um motivo não negativo: a razão é que desejam conhecer outros lugares.
 
Impacto econômico
Para o setor empresarial, a pesquisa da Fecomércio revelou que o feriado de Carnaval teve impacto econômico significativo. Empresários das quatro cidades pesquisadas – Florianópolis, São Francisco do Sul, Joaçaba e Laguna.
Na Cidade de Anita, 85% dos lojistas avaliaram o movimento para a data como bom. Para atender a demanda específica, todos contrataram colaboradores temporários.
Um contraponto neste quesito: apesar do grande movimento, os empresários não observaram diferenças em relação ao Carnaval de 2011, especialmente quanto ao faturamento. Apenas 1,4% dos empreendedores de Laguna avaliaram que lucraram mais este ano, frente a 2011. A média de gastos no comércio atingiu os R$ 101,43 por cliente.
Para os hotéis especificamente, o Carnaval teve desempenho semelhante. Foi rentável para alguns e dentro da média para outros. Em Laguna, 93% dos empreendedores do setor avaliaram o movimento como bom, mas com número negativo em relação à percepção de movimento: -6%.
A média de dias de permanência do turista foi de 3,79, e o gasto médio registrado por pessoa com hotelaria foi de R$ 197,14. Um ponto forte na Cidade de Anita é que os hotéis registraram ocupação quase total – 91% – no período do levantamento (entre os dias 18 e 23 de fevereiro).