Tubarão

Hoje, começa o processo de matrículas na rede pública estadual. O procedimento prossegue até a sexta-feira da próxima semana. O secretário de Estado da Educação, Eduardo Deschamps, apresentou os projetos e as ações que marcarão o ano letivo de 2017. O destaque são as escolas com jornada ampliada. No ensino fundamental, 341 unidades aderiram ao Programa Novo Mais Educação, integrado ao Programa Estadual de Novas Oportunidades de Aprendizagem (Penoa).

Já no ensino médio serão 229 unidades. O Programa Ensino Médio Inovador, integrado ao Penoa, terá 173 escolas com oficinas de cultura ou esporte e leitura, escrita e cálculo. Porém, o grande diferencial fica com as 14 escolas que aderiram ao ensino médio integral, onde os alunos terão aulas em quatro dias da semana das 7h30min às 17h15min, e um dia das 7h30min às 12h15min, com refeições na escola. “O destaque deste programa são os estudantes protagonistas, a integração das disciplinas, os núcleos de projetos e os educadores inspirados. Estamos trazendo para Santa Catarina um programa que apresentou bons resultados em outros Estados, e que trará muitos benefícios aos nossos estudantes”, almeja Deschamps.

Tecnologia
Para dar mais agilidade e conectividade na relação entre professores, estudantes e pais, serão lançados os aplicativos Professor SC e o Estudante SC, os quais trarão as funcionalidades disponíveis nos portais Professor On-Line e Estudante On-line, para serem utilizados em celulares e tablets.

No Professor SC, será possível fazer os registros escolares, a chamada diária e ter informações das escolas/turmas em que leciona, horário de aula, entre outras importantes informações e opções de registros disponíveis aos professores da rede pública estadual. Já no Estudante SC, os alunos e pais poderão acessar, de qualquer local, as informações referentes a dados e calendário de atividades escolares, além de notas, faltas e boletim.

O aplicativo será uma ponte para as notícias divulgadas no portal estudanteonline.sed.sc.gov.br.

Documentos necessários para matrículas
• Certidão de nascimento ou RG;
• Fotocópia do CPF (opcional aos alunos do ensino fundamental);
• Histórico escolar, a partir do 2º ano do ensino fundamental;
• Atestado de frequência em caso de transferência;
• Cartão de vacina ou declaração dos pais e/ou responsáveis do aluno, assegurando estar em dia com as vacinas.

Critérios:
• Zoneamento: garantir escola mais próxima da residência do aluno ou do trabalho dos pais.
• Data de corte: alunos do 1º ano do ensino fundamental com 6 anos completos até o dia 31 de março de 2017.
• Das 30 unidades escolares estaduais afetadas na região, duas recebem reparos e uma não foi atendida.

Em Tubarão, escolas atingidas serão reformadas. Quando?
Algumas unidades da rede pública de Tubarão sofreram avarias com o vendaval registrado no último dia 16 de outubro, como a recém-reformada Escola de Educação Básica Sagrado Coração de Jesus, no bairro Km 60, e a Escola João Teixeira Nunes, no bairro Morrotes. O secretário da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Tubarão, Nilton de Campos, afirma que os danos não impedirão a realização das matrículas. Ele explica que os orçamentos são formulados para a liberação de recursos e, consequente, das reformas das escolas. Com o acontecimento climático, os recursos serão viabilizados para nova obra. A previsão é que após o encerramento do ano letivo iniciem as reformas.