Em obras desde janeiro deste ano, os trabalhos de pavimentação da SC-382 seguem em ritmo acelerado. Fotos: Lucas Colombo/Jornal da Manhã/Notisul
Em obras desde janeiro deste ano, os trabalhos de pavimentação da SC-382 seguem em ritmo acelerado. Fotos: Lucas Colombo/Jornal da Manhã/Notisul

Angelica Brunatto
Tubarão

As obras de asfaltamento da SC-382 continuam, e em ritmo forte. No momento, os serviços estão concentrados no Distrito de Pindotiba, em Orleans, e no contorno do Centro da cidade. Por enquanto, seguem os trabalhos na terraplanagem.
Nesta terça-feira, uma reunião foi realizada entre engenheiros do Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra), representantes da Cooperativa de Energia Elétrica de Treze de Maio (Coorsel) e uma comissão formada pela comunidade.
Na pauta: as possíveis soluções para alguns entraves que prejudicavam o andamento da obra, a exemplo da rede de energia, que precisa ser removida em alguns pontos.

O recuo da rede elétrica já começou a ser feito pela Cooresel. O andamento do serviço seguirá um cronograma. A medida tem o intuito de minimizar os impactos na comunidade.
“Os primeiros postos já foram retirados e a empresa realiza a terraplanagem nestes pontos. Não existe máquina parada”, comemora o vereador e presidente da Comissão Pró-asfaltamento da SC-382, Antônio Dias André, o Geada (PMDB).
Em paralelo, são executadas também as obras-de-arte especiais (OAEs) e implantação da rede de drenagem. Os processos para o pagamento das indenização dos terrenos, que terão que ser desapropriados, também já começaram a ser feitos.

“Ainda não é possível saber o número total de casas afetadas, mas todos serão reembolsados”, promete Geada. Ele acredita que em um mês os processos devem estar prontos.
A obra iniciou em janeiro deste ano e é assinada pelo consórcio Castellar/Técnica Viária, de Curitiba (PR). A previsão é que o aterro já cubra boa parte dos 16,5 quilômetros da estrada, que liga Orleans a Pedras Grandes, até o segundo semestre deste ano.

Serramar

♦ A obra
• A ordem de serviço para o asfaltamento da SC-382 foi entregue no fim de setembro do ano passado, mas ficou acordado que o trabalho começaria somente em janeiro deste ano, o que foi cumprido.
• O consórcio Castellar/Técnica Viária, de Curitiba, no Paraná, venceu a licitação com a proposta financeira de R$ 19.416.232,50. Um deságio de 12,3% em relação ao valor orçado pelo Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra), de R$ 22.133.229,29.
• O prazo para finalizar a pavimentação é de 720 dias.

♦ O que falta para implantar o roteiro turístico?
Para implantar o roteiro turístico Serramar, ainda é necessário investimento em pavimentação de outro trecho: a rodovia municipal Aggeu Medeiros, em Tubarão. São 11,7 quilômetros da avenida Marcolino Martins Cabral (proximidades da Apae, no bairro Passagem) até a divisa com Laguna, às margens do Rio Tubarão.

♦ Trechos que integram o projeto
• SC-438 (43km): São Joaquim a Bom Jardim da Serra; Lauro Müller a Orleans.
• SC-432 (16,5 km): Orleans a Pedras Grandes.
• SC-440 (24 km): Pedras Grandes a Tubarão.
• Vias municipais (1,5 km): Ligação da BR-101 à rodovia municipal Aggeu Medeiros.
• Rodovia municipal Aggeu Medeiros (25 km): Tubarão à Interpraias (SC-100).