Priscila Loch
Tubarão

O sul do estado elegeu oito candidatos a deputado estadual este ano. Em 2006 foram 10. Para a câmara federal, foram três em 2010 e um em 2006.
Quatro deles têm domicílio eleitoral na região de Tubarão: três deputados estaduais e um federal. Edinho Bez (PMDB) segue para o seu sexto mandato, quinto à câmara federal. Joares Ponticelli (PP) vai para o quarto mandato na Assembleia Legislativa, Ada De Luca (PMDB) para o segundo e José Nei Ascari (DEM) é o estreante do grupo.

Edinho foi o 11º deputado federal mais bem votado, com 99.603. No pleito de 2006, ele recebeu 121 mil votos. Ponticelli recebeu 49.624. Quatro anos atrás, ele havia conquistado 36.179. Ada De Luca conseguiu 41.906 em 2010. Em 2006, foi lembrada por 30.192 eleitores.

Dos outros cinco candidatos a deputado estadual do sul eleitos ontem, três são da Amrec, região de Criciúma, Adilor Guglielmi, o Dóia (PSDB), Altair Guidi (PPS)e Valmir Comin (PP), e dois da Amesc, de Araranguá, José Milton Scheffer (PP) e Manoel Mota (PMDB). Entre os deputados federais eleitos das outras microrregiões do sul, Ronaldo Benedet (PMDB) e Jorge Boeira (PT).

Com o resultado de ontem, é bem possível que a região tenha um representante na majoritária das eleições de 2014. Ponticelli já anunciou que começará a planejar um projeto maior. “Colocarei o meu nome à disposição do partido, sim”, adianta o progressista, que comemorou com o seus correligionários em Tubarão ontem até no fim da noite.

Já a festa de Zé Nei ficou concentrada em Braço do Norte. O ex-secretário de administração do governo do estado tem uma forte base em Braço do Norte, onde fez 9.324 votos. Também foi o deputado mais bem votado nos municípios de Grão-Pará (2.718), Orleans (4.653), Rio Fortuna (872), São Ludgero (2.009), Gravatal (1.162) e São Martinho (868).

Edinho percorreu alguns municípios da região ontem para celebrar a conquista, e fez questão de agradecer o apoio de quem aposta nele há anos. Em contrapartida, fez um alerta. Para ele, o grande número de abstenções nas eleições precisa ser analisado pelos políticos. “A comunicação com o eleitor precisa melhorar”, avalia.

O aviso de Edinho tem como base o percentual de eleitores que não compareceram às urnas ontem em Santa Catarina: 14,03%, o equivalente a 636.469 votos. Brancos foram a escolha de 175.275 (4,49%) eleitores e nulos de 281.351 (7,21%).
Em todo o país, a quantidade de faltantes chegou a 24.598.373 (18,12%). Os brancos somaram 3.478.929 (3,13%) e os nulos 6.121.921 (5,51%).

Confira todos os números na edição impressa.