Tubarão

O advogado do PDT estadual, Luciano Vambroza, entra segunda-feira com embargo declaratório junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para entregar a certidão de negativa criminal do candidato a deputado estadual Edson Firmino (PDT). O vereador de Tubarão teve o pedido de candidatura indeferido pelo TRE.

O relator do tribunal, juiz Carlos Vicente da Rosa Góes, constatou que o candidato não havia apresentado certidão negativa da justiça federal de 2º grau do Tribunal Regional Federal da 4ª Região. “Houve uma confusão na entrega dos documentos. Mas temos a negativa em mãos e vamos entregá-las”, esclarece o advogado.

Segundo o relator, apenas uma certidão narratória foi apresentada, expedida pela 1ª Vara Federal da Comarca de Criciúma. O documento relata a existência de um processo, alegando que Firmino tem uma condenação por contrabando e descaminho. O candidato contesta a informação. “Nunca fui condenado, houve um processo muito antigo e não tenho nada a ver com isso”, ressalta. Firmino está confiante de que a sua candidatura será mantida. “Depois de entregar o documento que falta, não haverá problema nenhum”, analisa.

Caso Firmino tenha a candidatura indeferida, a região contará com 17 candidatos para a esfera estadual e federal. O quadro pode mudar caso a coligação PP/PDT resolva emplacar a candidatura do vereador Deka May (PP), que disputava espaço no pleito com Edson Firmino. “Estou com a minha conta aberta e ainda disposto a disputar as eleições, se for da vontade do partido”, afirma Deka.