Secretário nacional da Defesa Civil realizou recente vistoria no 5º BPM  -  Foto:Polícia Militar de Tubarão/Divulgação/Notisul
Secretário nacional da Defesa Civil realizou recente vistoria no 5º BPM - Foto:Polícia Militar de Tubarão/Divulgação/Notisul

Tubarão

Quase dois meses após a passagem do vendaval de 16 de outubro, que causou estragos em diversos órgãos públicos e residências de Tubarão e região, o Ministério da Integração Nacional destinou R$ 388,2 mil para o governo de Santa Catarina. Os recursos da Defesa Civil são exclusivos para reabilitar o telhado do 5º Batalhão de Polícia Militar da Cidade Azul, que foi atingido pelos temporais. O município decretou Estado de Calamidade Pública e, após a homologação, o pedido foi reconhecido pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec-MI). A informação foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) de ontem.

O gerente de Reabilitação da Secretaria de Estado da Defesa Civil de Santa Catarina, José Luiz de Abreu, explica que o dinheiro é repassado direto para a ADR de Tubarão. "A Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) fará a tramitação do recurso para as ações de reabilitação do Batalhão, bem como a fiscalização do serviço", afirma. Segundo ele, serão recuperados 2.400m² de telha do tipo calhetão, 700m² de telhas de fibro cimento, portas, janelas, parte de alvenaria e fiação elétrica.

O gerente ressalta que a verba é enviada para uma conta específica criada pela ADR. Depois disso, a agência tem o prazo de até 180 dias, já contando com a data do decreto, para executar o serviço.

Tubarão foi atingida por um forte temporal em um domingo, 16 de outubro. Houve ocorrência de rajadas de vento de mais de 200 km/h e chuva intensa por mais de 30 minutos. De acordo com a Defesa Civil estadual, 64 municípios foram afetados pelos eventos climáticos na ocasião, resultando em quatro mortes, 41 feridos, 28 desabrigados, 3.621 desalojados e 134.104 afetados. A região mais afetada pelos vendavais foi a Cidade Azul. Também foram atingidas 5.268 casas e 118 instalações públicas.