O menor precisou da ajuda da polícia para não ser espancado até a morte. Foto: Gilmar F. Estevam
O menor precisou da ajuda da polícia para não ser espancado até a morte. Foto: Gilmar F. Estevam

Paulinho Sachetti
Tubarão

O terceiro acusado de envolvimento no caso de estupro de uma moça de 18 anos, na tarde de sexta-feira, no bairro Revoredo, em Tubarão, um menor de 17 anos foi detido ontem, por volta das 20h30min, no bairro Santa Lúcia, em Capivari de Baixo. Ele foi identificado por moradores do local e levou uma surra da população.

Os policiais militares de Capivari, responsáveis pela prisão, chegaram a tempo para evitar que ele fosse morto. O suspeito sofreu várias escoriações.
De acordo com informações da vítima, ela foi estuprada por apenas um dos acusados, mas a polícia informa que todos têm envolvimento direto com o caso, pois deram cobertura depois de amarrarem a moça. O caso ainda é bastante comentado em Tubarão pela crueldade do crime.

A moça teria ficado mais de três horas e meia nas mãos dos criminosos sem poder ter defesa. Seus pais estavam na igreja, onde faziam a limpeza para uma missa à noite.

Os outros dois acusados, um rapaz de 18 anos e outro de 19, já foram presos. Um deles pouco depois do estupro e outro na tarde de sábado. Eles aguardam decisão da justiça e a conclusão do inquérito no Presídio Regional de Tubarão. Até o fechamento desta edição, a polícia não soube informar para onde o terceiro acusado seria levado.