Priscila Alano
Jaguaruna

A cratera que abriu às margens de um trecho já duplicado da BR-101, na comunidade de Costa da Lagoa, em Jaguaruna, não está sinalizada e nenhuma ação foi realizada para corrigir o desmoronamento. O buraco está a menos de um metro da rodovia, e coloca em risco a vida dos motoristas. O problema persiste desde 2007.
São aproximadamente oito metros de profundidade. No fim de abril, algumas casas da região foram invadidas pela água e lama, causando prejuízos para os moradores, em função do rompimento do bueiro.

O comerciante Manoel Santinoni Matildes, morador da localidade lembra que a comunidade alertou sobre o problema aos técnicos da empresa Triunfo, quando realizavam as obras de duplicação neste trecho. “Pedimos para eles tomarem providências, mas nada foi feito. Há algumas semanas, um motorista ‘perdeu-se’ na curva e, por pouco, não caiu no buraco”, alerta Manoel.

O Dnit já solicitou à Triunfo que resolva o problema. Os serviços de recuperação do sistema drenagem devem ser realizados assim que o tempo estabilizar. O trecho é monitorado pelos técnicos da obra e do Dnit. Com relação ao desmoronamento, as equipes ainda estudam uma solução.