A paralisação não afetou o atendimento de emergência  -  Foto:Elvis Palma/Divulgação/Notisul
A paralisação não afetou o atendimento de emergência - Foto:Elvis Palma/Divulgação/Notisul

Letícia Matos
Laguna

Por falta de repasse de verbas, o Hospital de Caridade Senhor Bom Jesus dos Passos, em Laguna, teve os atendimentos eletivos paralisados ontem. Após dez horas sem atividades – somente emergência -, o depósito de R$ 100 mil foi realizado por meio da prefeitura e os serviços normalizados.

Conforme a presidente da instituição, Regina Ramos dos Santos, a verba é proveniente do município e usada para o pagamento dos médicos plantonistas. O hospital é uma unidade filantrópica com gestão própria. Apenas o pagamento da hora-plantão dos nove médicos plantonistas é afetado pela falta de repasse da prefeitura. Os demais funcionários são pagos por convênio com o governo federal.

“A paralisação começou pela manhã e no período da tarde fomos informados que o executivo municipal repassou R$ 70 mil. Foram dois meses de salário atrasado. Com esse valor, seria possível pagar somente a metade do salário de um mês. No início da noite foi confirmado o depósito de R$ 100 mil”, destaca. A segunda parcela, que venceu ontem, será quitada até o próximo dia 20.

Em agosto, a emergência do hospital ficou dois dias sem prestar serviços por repasse atrasado. Em janeiro, o atendimento também ficou interrompido no setor por um dia, pelo mesmo motivo.