domingo, 26 de maio de 2019
Facebook Instagram Twitter Youtube
48 3053-4400

Especial

Tubarão 148 anos: Com atletas na Seleção, Karatê de TB mira Olímpiadas de 2020

Publicado em 26/05/2018 00h05

Tubarão 148 anos: Com atletas na Seleção, Karatê de TB mira Olímpiadas de 2020
Equipe campeã geral dos Jasc 2017 - Foto: Impacto Karatê/Divulgação/Notisul

O karatê de Tubarão, representado pela equipe da Associação Impacto, é uma das modalidades que mais conquistou medalhas e alcançou reconhecimento nacional nos últimos anos. As aulas na Associação iniciaram em 1995, e em 2018 completam 23 anos de atividades. Atualmente, são 40 atletas que competem em vários eventos e cerca de 100 alunos aprendendo o esporte.

Durante todos esses anos, resultados marcantes foram conquistados. O técnico Fabrício de Souza destacou as vitórias mais importantes. “Foram muitas, mas posso sublinhar duas medalhas no Campeonato Mundial disputado na Índia em 2013, além de medalhas em Panamericanos, Sul-americanos, e Campeonatos Brasileiros. Também conseguimos medalhas em todas as competições da Federação de Esportes de Santa Catarina (Fesporte)”, recorda Fabrício.

Em 2017, além de alcançar muitas medalhas nos campeonatos nacionais, os caratecas da Cidade Azul foram campeões gerais dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina e dos Jogos Abertos, transformando-se nos melhores do Estado tanto nas categorias de base como na equipe adulta. No mesmo ano, o karatê tubaronense teve dez atletas convocados para a Seleção Brasileira. Para o país, conquistaram nove medalhas no Campeonato Sul-Americano e três no Pan-Americano.

“É uma satisfação muito grande. Fico feliz por estar conquistando um espaço entre os melhores, além de poder contribuir para a realização dos sonhos desses jovens atletas”, comemorou o técnico Fabrício.
Isso tudo é resultado de um trabalho específico e voltado para o treinamento de alto rendimento, que é bem planejado. Como uma das melhores equipes do Brasil, Fabrício disse que há “um interesse crescente na modalidade, mas ainda está muito abaixo do esperado”.

Mesmo com tantas conquistas, o karatê ainda enfrenta algumas dificuldades. “A maior dificuldade é a financeira, pois as despesas dos eventos são custeadas pelos próprios atletas. O karatê ainda possui muita barreira para conseguir parceiros e patrocinadores. Hoje, nosso maior apoio vem da prefeitura de Tubarão, por meio do Bolsa-Atleta. Alguns caratecas conseguem ajudas individuais para os eventos”, revela Fabrício.

Para o futuro, o objetivo da equipe é obter vagas para as Olímpiadas de 2020 - quando ocorre a estreia da modalidade no torneio, e também para os jogos de 2024.


VOLTAR
Notisul - Um Jornal de Verdade
LIGUE E ASSINE (48) 3053-4400 Rua Ricardo José Nunes, 346 - Jardins de Pádova - Santo Antônio de Pádua - CEP: 88701-571 - Tubarão/SC
Copyright © Notisul - Um Jornal de Verdade 2017. Desenvolvido por Demand Tecnologia e Bfree Digital