sexta-feira, 21 junho , 2024
Início Autores Postagens por Andréa Debiasi

Andréa Debiasi

A Crase

Olá, leitor Notisul! Tudo bem?

Conforme a Norma Culta, a crase é a fusão de duas vogais idênticas em uma só, ou seja, a junção da preposição a com o artigo a (ou no plural: as). É sinalizada pelo acento: (`). O uso da crase ocorre nas seguintes situações:

1)  Indicação de horas determinadas e exatas:

Exemplos:
a)    A festa encerrará à meia-noite.
b)    Retornaremos de viagem às 13h.
c)    Minha mãe trabalha todos os dias às duas horas da tarde.

2)    Antes de palavras femininas:

Exemplos:
a)    A colher jamais foi colocada à mesa.
b)    Suas necessidades são iguais às de sua filha.
c)    As crianças assistiram à cena maravilhadas.
d)    Preciso entender por que à falta de respeito desses alunos.

3)    Em diversas expressões adverbiais, locuções prepositivas e locuções conjuntivas:

Exemplos:
a)    Respondo-te amanhã à noite.
b)    Ela está decididamente à parte da família.
c)    O gerente conseguiu atingir a meta à custa de muito esforço.

d)    Os passageiros estão à deriva, pois não sabem o que ocorreu com o motorista.

Importante!

Pode ocorrer crase antes de um substantivo masculino desde que haja uma palavra feminina que se encontre subentendida, a exemplo das locuções: à moda de e à maneira de.

Exemplos:
a)    Festa à Louis. (à maneira de Louis)
b)    Estilo à César Souza. (à moda de César Souza)
O uso da Crase não corre nas seguintes situações:

1)    Antes de numeral:

Exemplos:
a)    A pousada fica a dezessete quilômetros daqui.
b)    O número de vagas de emprego chegou a vinte e dois.

2)    Em expressões com palavras repetidas, mesmo que sejam femininas:

Exemplos:
a)    Acredite, eles voaram lado a lado.
b)    Tivemos uma conversa face a face.
c)    Gota a gota, o oceano fica repleto!
d)    No nosso dia a dia, todas as atividades têm que ser rápidas.

3)    Antes de substantivos masculinos:

Exemplos:
a)    Prefiro trabalhar a pé.
b)    O pagamento é feito a prazo.
c)    Este roteiro será feito a cavalo.
d)    Desenho a lápis, pois posso apagar se errar.
Aqui foram apresentados alguns exemplos. Em outra oportunidade serão abordados outros. Até a próxima semana e fique com Deus! Dúvidas? Entre em contato! E-mail: orientacaoac@gmail.com ou WhatsApp: (48) 99625-6303.

O Uso da Vírgula

Olá, leitor Notisul! Tudo bem?

Os sinais de pontuação utilizados na escrita indicam as variadas possibilidades de entonação da fala. Além disso, ajudam a expressar sentidos, pensamentos, emoções, tornando mais precisa e adequada a compreensão de um texto. Dentre os sinais de pontuação, há a vírgula, cuja função principal é separar elementos, identificando pequenas pausas no discurso. Por isso, necessita atenção quanto ao uso, pois existem situações em que é obrigatório e em outras não, podendo haver alteração total do sentido de uma frase.

Para facilitar a compreensão quanto ao uso da vírgula, apresento, a seguir, cinco dicas simples:
1ª dica: A vírgula é usada em inversões e supressões.

Exemplos:
• A colocação dos preços, o vendedor ainda não a fez. (a vírgula separa um elemento pleonástico que vem antes do verbo)

• Eu quero ser psicóloga; minha filha, médica. (a vírgula indica a supressão do verbo)
2ª dica: A vírgula isola e destaca elementos na frase.

Exemplos:
• Ele, definitivamente, está insatisfeito com a política! (O adjunto adverbial fica separado por vírgula)

• Anda embora, Gustavo! (O vocativo fica separado por vírgula)

• Orleans (SC), 16 de novembro de 2018. (O nome da localidade fica separado por vírgula nas datas)

• Minha sogra, por exemplo, não aceita discussão. (Uma expressão intercalada na oração fica entre vírgulas)

• Floriano, nosso zelador, já conseguiu se aposentar. (O aposto fica entre vírgulas)

• Sim, estou ficando ansioso. (Sim e não ficam separados por vírgula em respostas)

3ª dica: Não se usa vírgula entre sujeito e predicado e entre o verbo e os complementos verbais.

Exemplos:
• Os pais deram presentes aos noivos.

• Nós retornaremos sexta-feira.

4ª Dica: A vírgula separa itens enumerados ou elementos repetidos.

Exemplos:
• Os alimentos em falta são: açúcar, chá, café, leite e adoçante. (enumeração)

• Detesto muito, muito, muito, mentiras! (repetição)

5ª dica: A vírgula separa uma oração de outra oração e isola uma oração dentro de outra.

Exemplos:

• O cachorro, que é um animal doméstico, gosta de brincar com crianças. (a vírgula isola orações subordinadas adjetivas)

• Eu olhei para a janela, mas não vi o carro passar… (a vírgula separa orações ligadas por conjunções)

• Quero apenas estudar, ter um emprego, viajar bastante e ser feliz. (a vírgula separa orações assindéticas)

• O mais impressionante, destacou a professora, é que a quantidade de erros diminuiu após a revisão. (a vírgula isola orações intercaladas)

• Caso você ainda queira, faremos a entrevista novamente. (a vírgula isola orações subordinadas adverbiais)

Fique ligado!
O uso da vírgula é facultativo no início ou meio da oração, quando o adjunto adverbial for apenas um advérbio.

Exemplos:
• Ontem, passeamos a tarde inteira antes de viajar.

• Ontem passeamos a tarde inteira antes de viajar.

Até a próxima semana e fique com Deus!
Dúvidas? Entre em contato! E-mail: orientacaoac@gmail ou no WhatsApp: (48) 99625-6303

Falar e escrever, quanta diferença!

Olá, Leitor Notisul! Tudo bem?

Quando nos expressamos oralmente, a linguagem utilizada, de maneira geral, é simples e sem tantos cuidados com os possíveis erros gramaticas, de concordância verbal ou de pronúncia, por exemplo. No entanto, ao escrever, deve-se ter a preocupação em não cometer tantas gafes.

Por isso, o objetivo da coluna desta semana é apresentar algumas dicas para melhorar ainda mais a tua escrita, mesmo que seja cotidiana, como o envio de um e-mail ou mensagem SMS, um comunicado, enfim, tornar a comunicação ágil e compreensível.

Assim, para facilitar o entendimento, vou expor em formato de quadro, tendo a primeira coluna como erro e, a segunda, a forma correta de escrever:

Errado                                                Certo
Abóbra                                               Abóbora
Advinhar                                            Adivinhar
Ao meu ver                                        A meu ver
Asterístico                                          Asterisco
Bassoura                                           Vassoura
Beneficiente                                       Beneficente
Cardaço                                             Cadarço
Comprimentar(saudar alguém)          Cumprimentar
Concerteza                                        Com certeza
Derrepente                                        De repente
Estrupo                                              Estupro
Há anos atrás                                    Há anos (o verbo haver já indica  passado)
Hoje em dia                                        Atualmente
Impecilho                                           Empecilho
Iorgute                                               Iogurte
Largatixa                                            Lagartixa
Mais melhor                                       Melhor
Maqueio (passar maquiagem)           Maquio
Menas                                                Menos
Menor de idade                                  Menor
Para mim fazer                                   Para eu fazer
Pobrema ou Plobrema                       Problema
Pograma                                            Programa
Previlégio                                           Privilégio
Quiz                                                   Quis
Rúbrica (com acento)                        Rubrica  (sem acento)
Seje (verbo)                                       Seja
Soar (transpirar)                                Suar
Solvete                                              Sorvete
Trezentas gramas (peso)                  Trezentos gramas

Como deves ter percebido, são palavras ou expressões simples, que talvez na fala não sejam tão acentuados os erros. Porém, ao escrever, a falha aparece e é aqui que reside a preocupação em saber a grafia correta. Até a próxima semana e fique com Deus!  Dúvidas? Entre em contato! E-mail: orientacaoac@gmail.com ou WhatsApp: (48) 99625-6303.

Dicas de redação para o Enem

Olá, Leitor Notisul! Tudo bem?

Em torno de cinco milhões de pessoas se inscreveram para prestar o Exame Nacional do Ensino Médio – Enem (de acordo com dados do Ministério da Educação (MEC), que ocorrerá em duas etapas. A primeira será neste domingo, e a segunda no próximo, dia 11.

No primeiro dia do Exame, os inscritos deverão responder questões voltadas às áreas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Ciências Humanas, além da elaboração de uma redação com tema pré-definido.

Por isso, o propósito da coluna desta semana é apresentar algumas dicas para a redação. A primeira delas trata do gênero textual solicitado, ou seja, Dissertativo-Argumentativo, o qual é definido por ser um texto escrito conforme a norma culta, expressa um ponto de vista acerca de alguma problemática específica, com argumentos concisos e realistas, apresentando possíveis soluções. Deve ser estruturado em três partes: i) introdução – parágrafo inicial, expondo a argumentação; normalmente tem duas ou três frases, uma com a ilustração do tema e a outra com a tese, objetivo; ii) desenvolvimento – engloba a argumentação/fundamentação, é o espaço para listar/reforçar os dados e é a parte mais consistente do texto, com dois parágrafos, em média; iii) conclusão – avalia a problemática discutida de forma mais sucinta e apresenta possíveis soluções, tem, em média, um parágrafo.

Outra dica que destaco diz respeito a parte gramatical. São alguns erros/problemas bem comuns, a saber:  

• Desvio da norma padrão;
• Incoerência argumentativa;
• Falta de consistência na apresentação dos dados da realidade;
• Trocar tipo de texto;
• Fugir do tema;
• Rebuscar demais;
• Usar VOCÊ no texto;
• Períodos (frases) longos, podem ficar confusos;
• Iniciar períodos com verbos no gerúndio e com ‘Que’;
• Usar clichês e provérbios;
• Panfletar e radicalizar;
• Exagerar nas informações;
• Abusar da redundância.

E, por fim, a última dica trata de alguns apontamentos para uma redação nota 1000:

• Objetividade do tema proposto;
• Ausência de pessoalidade (faça em 3ª. pessoa);
• Fuja de generalizações e frases prontas;
• Leia com atenção o tema – interprete a ideia central presente;
• Leia os textos motivadores e verifique a relação de sentido deles para com o tema. (lembre-se de que são apenas motivadores e não exatamente o tema da redação);
• Criar a tese (o objetivo da redação) a partir da interpretação feita;
• Levante argumentos, fatos, opiniões, dados, informações;
• Analise a partir desses dados possíveis formas de intervenção no problema;
• Avalie e conclua.

Até a próxima semana e fique com Deus!
 
Dúvidas? Entre em contato! E-mail: orientacaoac@gmail.com ou WhatsApp: (48) 99625-6303

Verified by MonsterInsights