quarta-feira, 28 fevereiro , 2024
Início Site Página 9124

Atlético Tubarão: Márcio Muniz é dispensado pelo clube

0

Paulinho Sachetti
Tubarão

As freqüentes más atuações em alguns jogos no Campeonato Catarinense custaram o emprego para o zagueiro Márcio Muniz. Ele não conseguiu repetir as boas atuações de quando defendia o Tubarão, na época da Copa Sul Minas, e foi dispensado ontem pela diretoria do Atlético Tubarão.

De acordo com informações extra-oficiais, na lista de dispensa constam mais nomes, que podem ser mandados para casa ainda esta semana. O ciclo de contratações, pelo menos por enquanto, está encerrado.
Ontem, o clima era de revolta entre jogadores, dirigentes e torcedores. Eles não consegues esquecer a péssima atuação do árbitro José Nasareno Marcelino. Ele deu dois pênaltis inexistentes para o Marcílio Dias e impediu a primeira vitória do time tricolor na competição.

O presidente do clube, Pedro Almeida, é um dos mais revoltados e promete tomar providências. “Não podemos mais tolerar isso. Fomos claramente prejudicados por este cidadão. Vou entrar em contato com o presidente da Federação Catarinense de Futebol, Delfim Peixoto Filho, e exigir uma solução o quanto antes. O futebol catarinense não precisa de pessoas como este árbitro”, disse, indignado.

Escoltado
Ciente de que enfrentaria problemas caso errasse, o árbitro criciumense veio a Tubarão precavido. Ele deixou o seu carro guardado no pátio do 5º Batalhão da Polícia Militar.

As conseqüências só não foram maiores porque ele saiu escoltado por uma viatura. Torcedores estavam revoltados com a sua atuação. Alguns, inclusive, chegaram a esperá-lo do lado de fora do estádio, mas foi em vão.
A redação do Notisul tentou contato com o árbitro, na tarde de ontem, mas o seu telefone celular chamou e ninguém atendeu.

Concurso público de Braço do Norte: Faepesul entrará com recurso no TJ

0

Zahyra Mattar
Braço do Norte

Ontem, o dia foi de muito falatório em Braço do Norte. O assunto principal não poderia ser outro a não ser a suspensão das provas do concurso público da prefeitura. Bem pudera: mais de duas mil pessoas deslocaram-se até o município e ‘deram com os burros n’água’. Os testes não puderam ser aplicados devido a uma decisão do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJ), proferida pelo desembargador Rodrigo Antônio Cunha.

Fato: a questão é jurídica e, enquanto isto não se resolver, o concurso continua suspenso. A Fundação de Apoio à Educação, Pesquisa e Extensão da Unisul (Faepesul), organizadora, apelará ao TJ. “Apresentaremos as justificativas para o edital e a todos os pontos argumentados pelo Ministério Público”, adianta o secretário executivo da Faepesul, Carlos Alberto Nogueira de Sá.

Para Sá, a discordância entre a Faepesul e o MP é que o segundo entende que houve descumprimento de questões de natureza técnico-administrativa. “É questionado, por exemplo, o desempate. O MP diz que não respeitamos o Estatuto do Idoso, mas nos baseamos na Constituição. Na verdade, nosso entendimento é que a real discussão é em torno da interpretação da lei, apenas isso. Consideramos a ação do MP válida e há uma predisposição de modificações no edital”, reitera Sá.

Prefeito
Por telefone, a redação do Notisul tentou contrato com o prefeito de Braço do Norte, Luiz Kuerten (PP), o Tilico, na tarde de ontem, porém, ele preferiu não comentar o assunto.

Sabe o que os astros guardam pra você hoje?

0

Áries (21/03 a 19/04)
A Lua está fora de curso no alto do céu astrológico ariano. Um bom dia para reconhecer e respeitar os seus limites e perceber os seus receios. Talvez esteja tentando se mostrar forte, quando se sente frágil.

Touro (20/04 a 20/05)
Como tem utilizado o tempo? Em seu crescimento pessoal ou apenas seguindo compromissos e deveres desprovidos de prazer? Reflita sobre o tempo, também no aspecto de maturidade e experiência.

Gêmeos (21/05 a 21/06)
Há coisas que são mais fortes do que o desejo pessoal e este é um ensinamento para os geminianos. Coisas que retratam um poder superior, uma força que nos leva ao amadurecimento, mesmo que às vezes com dor.

Câncer (22/06 a 22/07)
Reflita sobre os seus relacionamentos. Hoje a Lua está fora de curso, símbolo astrológico da importância da subjetividade e dos sentimentos. Desfavorável para parcerias de trabalho ou negócios. Mais coração, menos razão.

Leão (23/07 a 22/08)
Possíveis dificuldades com colegas, ou relativas às suas obrigações e responsabilidades. Se faz porque tem de fazer, sente cansaço, desvitalização. Mas se faz porque sabe ser parte de sua evolução espiritual, então encontra sentido.

Virgem (23/08 a 22/09)
Aprendizado sobre maturidade e responsabilidade emocional. Tendência a sentir o peso das obrigações e ter dificuldade de relaxar. E justamente relaxar é o aconselháve.

Libra (23/09 a 22/10)
Saudosismo? Melancolia? O dia parece se cobrir de cinza, libriano. Há muito a aprender com o passado, o tempo, a experiência. Possível dificuldade de lidar com questões familiares ou emocionais.

Escorpião (23/10 a 21/11)
Dificuldades de comunicação ou envolvendo pessoas próximas. Não fique preso ao dever, dando um peso excessivo às coisas. Valorize os sentimentos e as sutilezas. Não pense que não está à altura dos desafios.

Sagitário (22/11 a 21/12)
Evite realizar negócios hoje, ou resolver questões de trabalho, pois a Lua está fora de curso durante todo o dia, sagitariano. Melhor refletir sobre os seus valores pessoais.

Capricórnio (22/12 a 19/01)
Em seu signo a Lua se encontra vazia, ou também chamada de fora de curso, indicando um dia desfavorável para o que requer objetividade e praticidade.

Aquário (20/01 a 18/02)
É essencial que dedique um tempo para si, para simplesmente parar um pouco, refletir ou descansar. Não resolva questões profissionais hoje, não é o dia mais adequado para isso. Importante é conhecer as suas barreiras.

Peixes (19/02 a 20/03)
Confrontos com amigos ou em situações sociais fazem refletir sobre o verdadeiro significado de poder, autoridade e realização, pisciano. Entraves para a realização de seus planos podem servir à maturação deles. Precisam ser melhor planejados.

Quero um salário digno

0

Ando indignada! Sou professora de escola pública estadual há 20 anos e, quando olho para trás, percebo que nunca fui tão humilhada e desvalorizada pelo governo do estado, meu patrão, como agora, com o tal do prêmio educar.

Segundo palavras do senhor secretário da educação, Paulo Bauer, o prêmio educar servirá para “assinatura de revistas, compra de livros, compra de máquinas, pagamento de serviços de internet e telefone, compra de vestuário, deslocamentos, freqüência voluntária a cursos de capacitação e aperfeiçoamento profissional e outras”. Isso é hilário.

Só na banca de revista, pago em torno de R$ 100,00 todo mês. Ainda bem que tenho crédito e pago parcelado. Sim, estou muito indignada… Segundo pesquisas divulgadas por órgãos de credibilidade reconhecida por todos, a educação pública de Santa Catarina é uma das melhores do país, no entanto, temos o quarto pior piso salarial. Alguma coisa está errada! Senhor secretário Paulo Bauer, chega de enrolação, não quero prêmio, quero um salário digno.

Equador rompe relações diplomáticas com a Colômbia

0

Quito, Equador

O Equador rompeu relações diplomáticas com a Colômbia ontem, após tropas colombianas matarem um líder das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia em território equatoriano.

“O governo do Equador decidiu romper relações diplomáticas com o governo da Colômbia a partir desta data”, disse uma carta enviada pelo Ministério das Relações Exteriores do Equador a Bogotá.

“Diante de uma sucessão de fatos inamistosos e de acordo com o estabelecido pela Convenção de Viena sobre Relações Diplomáticas em 1961, o governo do Equador decidiu romper relações diplomáticas com o governo da Colômbia, a partir desta data”, informa uma carta de Quito entregue à agência France Presse em Bogotá.

No comunicado, o governo de Quito “rejeita energicamente” a acusação formulada pelo diretor da polícia colombiana, general Oscar Naranjo, sobre vínculos do governo de Rafael Correa com a guerrilha das Farc.

Acusações
O governo colombiano anunciou que levará ao conhecimento da Organização das Nações Unidas (ONU) e da Organização dos Estados Americanos (OEA) “revelações sobre acordos do grupo terrorista Farc com os governos do Equador e da Venezuela”. Também informou que não mobilizará tropas à fronteira.

As provas, segundo a Colômbia, seriam dois documentos encontrados no computador do líder das Farc, Raúl Reyes – cuja morte no fim de semana precipitou o conflito na América do Sul. Esses documentos comprovariam, ainda segundo o governo colombiano, que o ministro equatoriano de Segurança, Gustavo Larrea, visitou Reyes em janeiro em nome do presidente do seu país, Rafael Correa.

São Ludgero: Prefeito busca viabilizar o projeto de segurança

0

Wagner da Silva
São Ludgero

O projeto para instalação de equipamentos de segurança dependerá de parceria com entidades e empresários. A afirmação é do prefeito de São Ludgero, Ademir Gesing (PMDB), o Gogo. O encontro, na última semana, contou com a presença de membros do Conselho Comunitário de Segurança (Conseg), representantes de outras entidades, vereadores, secretários da administração e representantes das polícias Civil e Militar.

A IntelSeg Sistema de Segurança apresentou as câmeras de segurança e o funcionamento. Qualidade dos equipamentos, valores, pontos de instalação, manutenção, garantia e vida útil foram alguns questionamentos. Para operar o sistema, a empresa disponibilizará treinamento e suporte gratuito. Questões de privacidade também foram solucionadas.
O prefeito reunirá entidades representativas do município e empresários para estudar o projeto.

“É muito bom para a segurança do município. Estudaremos a qualidade e os valores para aquisição deste equipamento junto a empresários e entidades, para avaliar a viabilidade”, declarou.
Em duas oportunidades, empresas de segurança demonstraram o sistema in loco na principal avenida da cidade. Agora, o projeto passará pela acareação da comunidade, para depois ser avaliado pela câmara de vereadores de São Ludgero.

Avião cai na praia. Piloto não resiste

0

Amanda Menger
Jaguaruna

A semana seria de descontração para três amigos de Itapema, na grande Florianópolis. Eles voavam de ultraleve há algum tempo e dirigiam-se à cidade de Chuí, no extremo sul do Rio Grande do Sul. A intenção era parar em algumas praias e pescar. A tragédia aconteceu poucas horas depois da decolagem.

O grupo saiu às 9 horas de Itapema, pousou em Governador Celso Ramos e Imbituba. Quando passavam pela praia do Camacho, em Jaguaruna, um dos ultraleves caiu. Segundo informações de populares e dos peritos, uma das asas teria se partido em pleno ar.

O piloto, Alceu Luiz Meschke, 49 anos, não conseguiu segurar a aeronave, ‘entrou em parafuso’ e caiu de bico no chão. “Moro aqui perto e vi tudo. O avião perdeu a asa no ar e mergulhou. Ouvi o estouro e poucos segundos depois caiu”, relata o motorista Maciel Barbosa. O acidente ocorreu por volta das 11h45min de ontem.

Logo após a queda, um grupo de curiosos começou a se aglomerar perto dos destroços do ultraleve Ministral, prefixo PU-HAP. “Estávamos aqui pertinho (do local do acidente) e vimos tudo. Depois que ele caiu, chamamos os bombeiros, mas não era possível fazer mais nada”, conta a dona de casa Elisabete Rosana da Silva.

Felipe Vieira, guarda-vidas civil que trabalha no Camacho, foi um dos primeiros a chegar ao local do acidente. “Os outros dois ultraleves passaram e o terceiro teve a asa quebrada no vôo e caiu na praia. Infelizmente, não tinha o que fazer. Por isso, chamamos o IML e a polícia para cercar a área”, afirma.

Temporal de verão: Famílias precisam de ajuda

0

Tatiana Dornelles
Tubarão

Ontem, um dia após o temporal de verão, ocorrido domingo, em Tubarão, praticamente nada foi realizado em prol das famílias que tiveram as suas casas parcial ou totalmente destruídas. Os fortes ventos ‘detonaram’ muros, placas, outdoors, postes, telhas e tijolos. A localidade Área Verde, no bairro Passagem, foi uma das mais atingidas.

A autônoma Bianca Vera dos Santos sentiu ‘na pele’ as dificuldades. Com as chuvas de ontem à tarde, os móveis e objetos ficaram ainda mais molhados e ela e o marido tiveram que remover algumas telhas quebradas da área coberta para o telhado da casa, além de improvisar com plásticos para não molhar tanto dentro da residência.

“Não adianta muito, pois estão quebradas. A prefeitura poderia ter vindo aqui ajudar a gente e as outras tantas famílias. Não temos para onde ir. A chuva está estragando o pouco que temos, pois está entrando em casa, por todos os cantos”, diz Bianca, indignada e toda molhada.

O filho de Bianca, de 6 anos, por sorte estava na escola ontem. “Se ele não estivesse na aula, não sei o que seria dele. Pelo menos uma lona poderíamos ganhar. Está difícil”, reclama Bianca. Durante o vendaval, o instinto de mãe falou mais alto. “Peguei meu filho e o coloquei embaixo da mesa para não cair nada em cima dele”, lembra.

O morador Vânio da Rosa, da mesma localidade, também estava indignado com a situação. “Não recebemos nenhuma ajuda até agora. Tem muita gente que precisa”. Segundo ele, a dona de casa Arlinda Espíndola de Souza e a filha foram fazer uma visita ao prefeito Carlos Stüpp para pedir ajuda. As duas estão abrigadas na igreja evangélica da comunidade.

Por várias vezes, ontem à tarde, o secretário de planejamento e coordenador da defesa civil da prefeitura, Edvan Nunes, e a secretária de assistência social, Vera Lúcia Campos Stüpp, foram procurados pela redação do Notisul. Os seus celulares estavam desligados.

André Marques aproveita férias para emagrecer

0

André Marques aproveitará as férias, que começam na próxima semana, para cuidar do seu visual. Segundo a mãe do ator e apresentador, dona Celizete, ele faz um tratamento para diminuir as suas medidas.

Depois de algumas lipoaspirações e uma não confirmada operação de colocação de balão intragástrico, o apresentador do Vídeo Show, da Globo, partiu mesmo para uma dieta rigorosa, acompanhada de médico, um nutricionista e personal trainer.

“Não tem nada de cirurgia. Ele está apenas cumprindo uma rotina para entrar em forma. Está recebendo orientações médicas e de uma nutricionista”, revelou ela.

Ainda segundo a mãe de André, desta vez não haverá nenhuma cirurgia plástica, desmentindo o fato de que ele teria ido à Clínica Santé, em São Paulo, para dar mais uma recauchutada no visual.

Árbitro de Criciúma prejudica o Peixe

0

Paulinho Sachetti
Tubarão

No jogo em que era para ser a primeira vitória no Campeonato Catarinense, o árbitro criciumense José Nasareno Marcelino deu um jeito de estragar a festa do Peixe, ontem à tarde, no estádio da Vila, na segunda rodada do returno, ao permitir o empate do Marcílio Dias, depois de anotar duas penalidades para o marinheiro, que só ele viu.

O jogo acabou empatado em 2 a 2 e com muita gente indignada com a sua péssima atuação. Para sair do campo, ele precisou ser escoltado por mais de dez policiais militares. Além de estar acima do peso, o árbitro errou bastante desde o começo do jogo.
O Atlético Tubarão estava bem na partida e saiu na frente aos 27 minutos do primeiro tempo, com Carlinhos.

Ele marcou de cabeça, depois de uma cobrança de escanteio. O gol animou os jogadores e logo veio o segundo. Aos 32min30seg, o atacante Baiano, também de cabeça, ampliou para 2 a 0, ao colocar a bola no ângulo direito do goleiro adversário.

A torcida incentivava e o time tratava de partir para o ataque. No finalzinho, o atacante Carlinhos desperdiçou ao chutar uma bola por cima do travessão. No segundo tempo, foi a vez do árbitro criciumense tomar conta, de vez, do espetáculo e estragar toda a alegria na Vila.

Logo aos 11 minutos, só ele viu um pênalti de Mika em cima de um jogador do Marcílio Dias. O meio-campista Claudemir, um dos melhores da equipe adversária, colocou a bola do canto esquerdo do goleiro Paes, que não teve como defender. Ele pulou para o lado oposto.
Mesmo criticado e aparentemente nervoso, o árbitro voltou a errar aos 32min30seg.

A bola bateu no braço esquerdo do zagueiro Deco. Mesmo sem haver a intenção do atleta, ele assinalou infração dentro da área e veio o gol de empate. Mais uma vez, Claudemir chutou no mesmo canto e deu números iguais ao jogo. A torcida e os jogadores protestaram, entretanto, não adiantou muito.

Verified by MonsterInsights