sexta-feira, 21 junho , 2024
Início Autores Postagens por Portal

Portal

Campanha solidária arrecada donativos em Orleans

0

Prefeitura promove campanha para auxiliar famílias que sofreram danos com a chuva registrada na última quinta-feira. Lauro Müller decretou estado de situação de emergência

 

 

pag-16
Pontos de coletas arrecadarão doações às vítimas atingidas pelas chuvas em Orleans. – Foto: Sul in foco/Divulgação/Notisul.

Orleans

Os primeiros dias do ano foram marcados por forte calor e chuvas que causaram prejuízos em diversos municípios da região. O último temporal registrado na quinta-feira afetou drasticamente as cidades de Orleans e Lauro Müller. Muitas famílias ficaram isoladas e perderam seus pertences.
Atentos à situação, a prefeitura de Orleans promoverá uma campanha solidária e ainda hoje divulgará os pontos de coleta para arrecadar donativos às vítimas da chuva. “Nossa presença, nosso atendimento, nossos equipamentos e funcionários. Tudo o que é possível disponibilizaremos, sem medir esforços. Não vamos deixar faltar nenhuma assistência para essas pessoas. Não temos recurso próprio para adquirir móveis ou roupas. Por isso, resolvemos realizar essa campanha para arrecadar mantimentos”, explicou o prefeito Jorge Koch.
Conforme informações da Defesa Civil, houve registro de estragos nas comunidades de Oratório e Palmeira Alta, no loteamento Nova Orleans e nos bairros Santista, Alto Paraná e Barro Vermelho. O prefeito acompanhou a equipe da Defesa Civil no levantamento dos principais pontos atingidos para tomar as devidas providências.

Famílias atingidas recebem kits humanitários em Lauro Müller

O município de Lauro Müller foi um dos mais atingidos pelas chuvas da última quinta-feira. A cidade decretou situação de emergência e 26 famílias ficaram isoladas. Neste sábado, as vítimas começaram a receber donativos arrecadados na central de doações montada no centro da cidade. Ontem, a equipe da Defesa Civil, junto com representantes da prefeitura e voluntários, continuou a entrega de 50 kits de higiene e limpeza, 50 cestas básicas e 30 colchões.
Conforme a secretaria de ação social, além de comida e móveis, os atingidos também precisam de materiais de construção. Pelo menos 600 pessoas foram diretamente afetadas pelas chuvas. A cidade também contabilizou prejuízos rurais. Em um aviário da cidade, pelo menos 1,4 mil frangos morreram por causa da falta de energia durante a tempestade. Na produção de leite, 27 mil litros não poderão mais ser comercializados. Já na plantação de milho, 15 mil hectares foram perdidos.
Ontem, a Defesa Civil realizou também o trabalho de isolamento em uma área de risco, colocando lonas em um morro com o objetivo de impedir que um grande volume de terra desmoronasse e atingisse casas, no bairro Bela Vista, tendo em vista que a previsão indica que a chuva continuará nos próximos dias. Trata-se de uma medida paliativa e de segurança, até que outras providências sejam tomadas. O município continuará o trabalho de quantificar os prejuízos e acompanhar as situações de risco pelos próximos dias.

pag-16-retranca-1
Defesa Civil entregou doações às vítimas atingidas por forte chuva. – Foto: Samuel Madeira/Divulgação/Notisul.

Praias de Laguna registram acúmulo de galhos

As chuvas também afetaram o município de Laguna, que registrou alagamento de ruas. Ontem, quem circulava pela praia do Mar Grosso observou o acúmulo de galhos espalhados pela orla em função do temporal.
Em Jaguaruna, as chuvas preocupam os rizicultores da comunidade de Jabuticabeira. O rio que atravessa a comunidade ficou acima do nível normal colocando em risco a rizicultura nas proximidades. O mato acumulado no rio desceu com a correnteza e encalhou na ponte da Jabuticabeira, formando uma grande camada e obstruindo a passagem da água.

pag-16-retranca-2
Orla do Mar Grosso ficou repleta de galhos e outros objetos arrastados pelas chuvas.

Falta de prevenção pode ocasionar doenças no Verão

0

Fungos e bactérias, bicho geográfico, queimaduras e insolações são algumas

Tubarão

Verão, sol, praia, piscina… férias! Mas este conjunto de diversão pode virar ‘uma dor de cabeça’ se alguns cuidados não forem tomados. A exposição da pele a esses agentes externos exige uma atenção especial, pois várias doenças podem se desenvolver. A água e a areia podem transmitir fungos e bactérias, o que facilita o surgimento de infecções da pele.
Fezes de cães e gatos nas areias das praias causam o chamado bicho geográfico, provocado pelo Ancylostoma, um parasita presente nesses dejetos. A dermatologista Naiana Sá, de Tubarão, recomenda um cuidado maior com a higiene para evitar contaminações nessa época do ano. Segundo a doutora, evitar andar descalço em terrenos contaminados previne a ação do parasita.
Os fungos nos pés e no corpo também são mais comuns no Verão. O ambiente quente e úmido do corpo favorece o crescimento desses micro-organismos. Secar bem os pés e virilha após o banho pode prevenir o surgimento. Evitar contato direto do corpo com a areia da praia também pode impedir o famoso “pano” – a pitiríase versicolor. “Coceira, vermelhidões e descamação no corpo ou pés são sintomas de fungos”, ressalta a dermatologista.
O excesso de exposição ao sol e ao calor intenso pode provocar queimaduras e insolação. Os principais sintomas são desidratação, queimaduras na pele, dor de cabeça, mal-estar, tonturas, vômitos e falta de ar. “As pessoas com estes sintomas devem permanecer em local arejado, com sombra e hidratação por via oral”, alerta.
Conforme Naiana, deve-se ter cuidado também com a ingestão ou manipulação de frutas como limão, laranja, tangerina, salsinha e coentro, e posterior exposição solar. Isso pode causar a fitofotodermatose, uma reação inflamatória causada por substâncias produzidas por essas plantas em contato com o sol.

pag-6-mat-1-a
A dermatologista Naiana Sá, de Tubarão, recomenda um cuidado maior com a higiene para evitar contaminações

Dicas para evitar as manchas causadas pelas plantas
– Evite fazer (ou beber) limonadas, sucos de frutas, picolés, caipirinhas ao se expor ao sol;
– Lave bem as mãos sempre que manipular frutas cítricas sob o sol;
– Lave o rosto, ao redor da boca.

Atenção!
O herpes e o impetigo, causados respectivamente por vírus e bactérias, podem ocorrer mais comumente no Verão. Para evitar, os cuidados com a higiene, como lavar as mãos e não usar utensílios de pessoas infectadas, é extremamente importante.

Contratados recebem notificação de demissão em Jaguaruna

0

Servidores de saúde foram exonerados dos seus cargos ontem de manhã. Prefeito alega cumprir recomendação do Ministério Público Estadual para cortar serviços que não sejam essenciais. Contratados devem entrar com liminar nos próximos dias. Briga e decisão deve mesmo ficar nas mãos do judiciário

Jaguaruna

Servidores do setor de saúde de Jaguaruna foram surpreendidos ontem de manhã ao receber uma notificação para se dirigir ao paço. Ao chegar ao local foram informados que estavam exonerados das suas respectivas funções. Sem entender ao certo a notícia, os servidores permaneceram até o fim da manhã no prédio à espera de informações oficiais.
Sem sucesso, os funcionários públicos não retornaram aos postos de atendimento. Segundo informações de um deles, diversos serviços de saúde ficaram paralisados e algumas unidades básicas funcionaram com apenas um profissional.
De acordo com uma das contratadas, que foi demitida do cargo, o ato é considerado um descaso com os servidores e com a população, que será prejudicada com a falta desses profissionais. “Ficamos sem saber o que fazer. Ninguém nos mostrou um documento oficial. Vamos procurar nossos direitos”, pretende a servidora.
Segundo o prefeito Edenilson Montini (PMDB), o ato das demissões foi uma recomendação da promotoria jurídica da Comarca. “Só estamos cumprindo uma determinação do Ministério Público. Tivemos uma reunião com a prefeitura no fim do ano e nos orientou a dispensar os servidores de setores que não sejam essenciais. Os serviços básicos serão mantidos”, garante. Ele reforça que o município necessita cortar gastos e os servidores contratados em caráter temporário precisaram ser dispensados no momento.
O advogado de alguns dos exonerados, Cássio Medeiros de Oliveira, relata que a preocupação maior é a descontinuidade do serviço público. O concurso está judicializado e a prefeitura está impedida de contratar novos servidores via certame, salvo seja essencial. Porém, serviços como saúde e educação não podem ficar desassistidos. “Estamos analisando o caso. Muitos concursados deixaram seus municípios para atuar em Jaguaruna. Médicos, enfermeiros, que compõe a estratégia saúde da família e são essenciais. A população não pode ficar sem atendimento. A prefeitura recebeu dinheiro de programas federais para ser investido por meio dos profissionais. Como vai ficar? São questões que precisam ser revistas e aguardar a decisão do Ministério Público”, detalha o advogado.

pag-4
Servidores permaneceram na prefeitura durante a manhã de ontem em busca de respostas sobre o caso. – Foto: João Carlos Idalêncio/Divulgação/Notisul.

 

Verified by MonsterInsights