Após a veiculação da matéria veiculada pelo Portal Notisul na última segunda-feira (26), os representantes do Abrigo dos Velhinhos encaminharam para a equipe de redação a seguinte nota:

O Abrigo dos Velhinhos, neste ato representada por sua diretora presidente, SCHIRLEI TERESINHA DA ROSA MENDONÇA, bem como do Clube da Lady entidade mantenedora da instituição vem mui respeitosamente prestar esclarecimentos acerca da notícia veiculada nesta Terça feira 27/10/2020, solicitando a publicação destes esclarecimentos com o mesmo destaque, nos seguintes termos:

Inicialmente, informa-se que o Abrigo dos Velhinhos é uma entidade filantrópica, sem fins lucrativos, tendo como objetivo principal o atendimento a idosos de ambos os sexos com idade igual ou superior a 60 anos em estado de abandono, com vínculos familiares rompidos ou fragilizados e economicarnente carentes de toda a região. O Abrigo dos Velhinhos teve origem na reunião de senhoras da cidade de Tubarão que fundaram o Clube da Lady e, em ato de caridade e solidariedade resolveram criar a entidade em 15/09/1962 que sobrevive das receitas de doações que recebe das mais variadas origens, dentre as quais, empresas, clubes de serviço, particulares dentre outros. Nestes 58 (cinquenta e oito) anos de funcionamento, a entidade jamais teve contra si qualquer ato desabonador da sua ilibada conduta, que é NOTÓRIAMENTE IDÔNEA e reconhecida por todos na região.

Sua diretoria presta serviços de forma abnegada, continua e voluntariosa, sem nenhum tipo de remuneração. O Abrigo presta serviço social único ern toda a região, indelével e incomparável, considerando o respeito, qualidade, carinho e principalmente solidariedade de atendimento a todos os necessitados de forma indistinta a idosos, a maioria, abandonados por suas famílias.

Atualmente, mantém 42 (quarenta e dois) idosos, a quem fornece 5 (cinco) refeições diárias, hospedagem, higiene, roupas, medicarnentos, tratamentos médicos, atenção e principalmente carinho e dignidade aos abandonados. Acerca das acusações formuladas, informa-se que as mesmas são inverídicas, tendo origem através de colaboradores demitidos que ajuizaram demandas trabalhistas contra a entidade as quais estão sendo defendidas dentro dos princípios de ética e direito. Sobre filhos de idosos que supostamente denunciaram o Abrigo é no mínimo surpreendente e questionável pois abandonararn seus pais quando estes mais precisaram de cuidados e atenção. A estes filhos, se denotarem qualquer desconformidade, convola-se que acolham seus pais em suas residências como deveriam, ao invés de segregá-los aos cuidados de urna Instituição de caridade.

Acerca da suposta ausência de funcionários, informa o Abrigo que mantém escala de trabalho ininterrupta, preenchida 24h por dia, 365 dias por ano, não havendo falta de mão de obra, ao contrário do alegado. Além dos funcionários contratados de forma permanente, considerando a consabida finalidade filantrópica e seriedade do Abrigo, profissionais médicos, fisioterapeutas, dentre tantos outros prestam serviços frequentes a instituição de forma voluntária. Informamos ainda que a Unisul, realiza diversos estágios em seus cursos de Medicina, Nutrição, além dos formandos dos cursos do SENAC e CEDUP também prestam serviços de forma frequente e voluntária. Esclarece ainda que alguns idosos são representados por membros da diretoria do Abrigo em forma de Curatela judicial e também voluntária em razão da ausência de familiares aptos ou que se disponham a exercer tamanha responsabilidade. Todas as cinco refeições diárias fornecidas aos idosos são elaboradas com alimentos estritamente frescos e plenamente apto ao consumo, através de cardápio especialmente elaborado por nutricionista.

São absolutamente inverídicas e inconcebíveis as informações de maus tratos a idosos, o que jamais ocorreu. As imagens maldosamente veiculadas demonstram lesões decorrentes do avanço da idade, sem nenhuma intercorrência ou correlação a maus tratos, o que é inadmissível e intolerável no Abrigo.

Esclarece a diretoria que tem projeto e recursos já disponíveis para a realização de reforma do Abrigo e melhora em sua estrutura, a qual só não foi executada em razão da deflagração da Pandemia do Coronavírus, considerando a necessidade de realocação dos abrigados e ingresso de mão de obra ao local.

Informamos que diversos representantes do Ministério Público, Magistrados, Empresários, Autoridades Públicas, entidades CMs, clubes de serviço nos acompanham e visitam com regularidade, conhecendo a nossa entidade e a realidade dos serviços que são prestados de forma única em toda a região.

Informamos que anualmente o abrigo é fiscalizado e vistoriado pelo Ministério Público do Estado, as últimas vistorias ocorreram em 21/02/2017, 14/11/2018 e 28/11/2019 respectivamente, sendo lavrados termos de Fiscalização em Instituições de Longa Permanência sem nenhuma irregularidade apontada. Por fim, convidamos a todos, tão logo superarmos a Pandemia do Coronavírus, a conhecer pessoalmente nossa entidade para ter compreensão da realidade e do trabalho abnegado e inestimável que é prestado, bem corno a colaborar como voluntário, apresentando sugestões e melhorias, o que certamente suplantará em muito as dolosas e lamentáveis distorções que estão sendo noticiadas.

Posicionamento das Coordenações

A equipe de redação do Notisul buscou informações com a coordenação da área de saúde do Cedup, mas não conseguiu contato. Já a Faculdade Senac a representante da área de saúde não pôde atender.

Por outro lado, a coordenação de medicina da Unisul, afirmou que há anos não atua mais no Abrigo. Eles realizavam no local ações de extensão entre o curso e o asilo. Não havia convênio, o trabalho era voluntário e ocorria no trote solidário. A coordenadoria de nutrição pontuou também, que realizaram eventos solidários com os idosos no ano passado, mas este ano não. Não há parceria contratual e permanente. Apenas ocorrem ações voluntárias, no entanto, não todos os anos.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul