Tubarão

A história de Juliana Carvalho, 37 anos, moradora de Tubarão, é curiosa e desperta muita emoção. Não é algo incomum, ocorre com muitas pessoas, mas… cada caso é um caso.   

Ela nunca conheceu sua mãe biológica e sabe pouquíssimo sobre a mulher que a colocou no mundo. Juliana nasceu em Alvorada Americana (RS). Sua mãe a ganhou em uma casa de conhecidos na época, não no hospital. E depois partiu… 

Logo que nasceu, Juliana veio para Tubarão e foi criada pelos pais adotivos. “Amo meu pais (em memória), me deram tudo, mas preciso conhecer minha mãe verdadeira, quero saber se tenho mais irmãos, parentes, tenho certeza que vou encontrá-la”, afirma Juliana.

Ela tem certeza que a atitude de sua mãe possui alguma explicação e precisa ter conhecimento disso para seguir sua vida. “Ela não abortou, não me jogou na lata de um lixo, e quem somos nós para julgar? Naquela época mãe solteira era colocada para fora de casa, não sei o que houve”, ressalta.

Hoje, Juliana tem sua família, marido e filhos, mas falta uma lacuna em sua história. O seu verdadeiro laço de sangue!