quarta, 23 de janeiro de 2019
Facebook Instagram Twitter Youtube
48 3053-4400

Tecnologia e Inovação - Cassio Brodbeck

Casa inteligente: seus benefícios e riscos

Publicado em 27/09/2018 00h12

A automação residencial, que possibilita a integração de uma série de eletrônicos e sua conexão à internet, facilita a vida e moderniza o ambiente. Já é possível preparar casas para que tenham controles no consumo de energia, acendimento e desligamento automático de luz e demais eletrônicos à distância - usando um smartphone ou tablet -, dispor de ar-condicionado que regule sozinho a temperatura quando alcança determinado grau, uso de câmeras de segurança para acompanhamento remoto e em tempo real, entre outras funcionalidades.

É claro que a implementação de tudo isso exige um alto investimento. Mas se em parte uma casa inteligente otimiza o tempo e aumenta o conforto para seus moradores, também é necessário ter um controle sobre o operacional, sobretudo em razão de eventuais riscos que possam ocorrer, dada a visibilidade proporcionada pela internet.

Dispositivos conectados por uma única rede de internet podem estar passíveis de eventuais vulnerabilidades caso a rede não seja constantemente monitorada. Cada um dos equipamentos eletrônicos possui sistemas operacionais diferentes; em alguns casos, não possuem nativamente recursos de proteção. Daí a necessidade de manter a rede que os conecta sempre protegida, além de atualizar os sistemas, quando houver essa possibilidade.

Eventualmente, uma rede pode possuir pontos de vulnerabilidade. Seja ao conectar um novo aparelho, como um smartphone pelo qual já se acessava a internet previamente, ou qualquer outro dispositivo que já estava em uso anteriormente. Caso esse dispositivo estiver infectado por algum tipo de malware ou ransomware, ele pode disseminar os mesmos problemas em toda a rede, “contaminando”, por assim dizer, todos os eletrônicos que estejam a ela conectados.

Agentes maliciosos podem ter acesso a informações que circulam na rede - dados sensíveis como cartões de crédito utilizados em uma SmarTV ou console de game para a compra de filmes online ou expansões de jogos - ou até mesmo às câmeras de segurança, espionando as pessoas e mapeando padrões de comportamento, como os horários em que há ou não gente na casa, tornando-a vulnerável a criminosos que possam invadir o local. Sem contar o sequestro das informações e imagens.

Há também que se planejar quanto ao número de eletrônicos ligados à rede, para evitar uma sobrecarga não só dos equipamentos, como da rede em si, prejudicando a qualidade da internet ou mesmo aumentando o consumo de energia. Ou seja, não basta apenas sair interligando equipamentos. É preciso verificar a capacidade de dados usados e, posteriormente, de aparelhos que estarão conectados.

Acesse mais conteúdos no Ostec Blog: https://ostec.blog/.


VOLTAR
Notisul - Um Jornal de Verdade
LIGUE E ASSINE (48) 3053-4400 Rua Ricardo José Nunes, 346 - Jardins de Pádova - Santo Antônio de Pádua - CEP: 88701-571 - Tubarão/SC
Copyright © Notisul - Um Jornal de Verdade 2017. Desenvolvido por Demand Tecnologia e Bfree Digital