quarta, 23 de janeiro de 2019
Facebook Instagram Twitter Youtube
48 3053-4400

Tecnologia e Inovação - Cassio Brodbeck

Como proteger seu e-mail e mensagens de texto?

Publicado em 06/09/2018 00h24

Já tratamos sobre diversas nuances da segurança da informação, desde questões mais próximas do cotidiano, como as fake news, até temas mais complexos, como a segurança relacionada à inteligência artificial e computação em nuvem. Outro fator que envolve vários desses outros patamares é a segurança virtual da comunicação no dia a dia.

Em chats como o WhatsApp até e-mail, muitas vezes são trocadas informações de vários tipos, além das conversas triviais. Mas também há ocasiões em que é preciso compartilhar algum dado sensível, como documento pessoal, número de cartões de crédito ou até uma senha. O que fazer nesses casos?

O ideal seria não compartilhar determinados dados, especialmente aqueles que você considera perigosos caso outra pessoa tenha acesso. Mas, como muitas vezes é praticamente inevitável enviar informações como essas a alguém de confiança, cabe tomar alguns cuidados.

No caso do WhatsApp, como já foram registrados casos de clonagem do aplicativo, é fundamental configurar a verificação em dois passos. Assim, caso um dia for baixar o aplicativo em outro aparelho, será solicitada uma senha de seis dígitos - e, preferencialmente, que não seja nada genérico como “123456”, seu próprio nome ou datas de aniversário. Para configurar, basta abrir o aplicativo e ir em “Ajustes/Configurações”, depois em “Conta” e, finalmente, em “Verificação em duas etapas”. Pode ser que o aplicativo peça essa mesma senha em algum outro momento. Portanto, use uma que você se lembre.

O mesmo método de verificação em duas etapas também pode ser usado no e-mail. Contas como o Gmail, do Google, oferecem esse tipo de recurso. É útil especialmente para quem precisa acessar e-mails em computadores públicos e de trabalho, por exemplo. Para ativar, basta acessar sua conta no Google, ir em “Verificação em duas etapas”, depois em “Primeiros passos” e seguir as etapas indicadas. Você pode escolher uma segunda medida de segurança. Geralmente, opta-se por receber uma mensagem de texto (SMS) no celular. A ideia é que, quando for acessar o e-mail em um computador na escola ou trabalho, o sistema irá lhe alertar via smartphone para verificar se é você mesmo quem está acessando a conta. Por isso, é necessário estar de posse do aparelho no momento do login. Para a verificação em duas etapas, também será preciso indicar um outro endereço de e-mail para recuperação, caso você se esqueça da senha atual, por exemplo.

De qualquer modo, não dá pra garantir que seus dados nunca serão violados. Mas algo que pode ser levado em conta é jamais compartilhar todos os dados sensíveis somente em uma plataforma, para dificultar a vida de quem estiver mal intencionado e queira acessar seus dados. Por exemplo, o número de um cartão pode ser passado por e-mail, mas a senha através do WhatsApp. As informações fragmentadas diminuem potencialmente o risco de um vazamento ou ataque.

Acesse mais conteúdos no Ostec Blog: https://ostec.blog/.


VOLTAR
Notisul - Um Jornal de Verdade
LIGUE E ASSINE (48) 3053-4400 Rua Ricardo José Nunes, 346 - Jardins de Pádova - Santo Antônio de Pádua - CEP: 88701-571 - Tubarão/SC
Copyright © Notisul - Um Jornal de Verdade 2017. Desenvolvido por Demand Tecnologia e Bfree Digital