terça, 19 de novembro de 2019
Facebook Instagram Twitter Youtube
48 3053-4400

Tecnologia e Educação - Fernando Darci Pitt

iSummit 2019 – Vai perder?

Publicado em 12/09/2019 00h35

iSummit 2019 – Vai perder?

Um evento de altíssimo nível, com conteúdo atualizado e palestras inspiradoras e reveladoras, assim podemos resumir o iSummit, cujo ‘esquenta’, ocorreu na última terça-feira, na Cidade Azul, onde o especialista em inovação Arthur Igreja, sócio da empresa AAA Inovação, Negócios e Tecnologia, e o empresário do setor de tecnologia, investidor e diretor da Vertical de Saúde da Acate, Walmoli Gerber Jr, estiveram palestrando. O ‘Esquenta iSummit 2019’, foi um preparatório ao evento principal que será realizado nos próximos dias 10 e 11 e é organizado pelo Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação do Município de Tubarão com o apoio do governo municipal, entidades e empresas locais, além de voluntários.

De ambas as palestras é difícil separar apenas alguns pontos, mas é necessário que o façamos, então, da palestra do Arthur podemos destacar algumas falas muito impactantes que infelizmente ainda não foram completamente absorvidas pela maioria dos estudantes em formação no Brasil, sejam eles de nível superior, técnico ou de cursos livres e, principalmente pelos profissionais já atuantes tanto no setor privado quando público: que a cada dia teremos menos oferta de empregos e mais plataformas de trabalho. Em outras palavras quer dizer o seguinte, nossos filhos provavelmente nunca terão um emprego, mas sim, trabalharão como autônomos a vida toda. Isso muda completamente a forma de organização social do trabalho que conhecemos hoje.

Ele exemplificou ainda, que o lugar em que você mora determina o ritmo da inovação ou adoção de uma nova tecnologia, pois são necessárias pelo menos três componentes para que isso ocorra: ‘Tecnologia do Futuro’, ou seja, o quanto já temos disponível de tecnologia para fazer algo que desejamos, a disponibilidade de ‘infraestrutura’, pois nada adianta querer criar uma empresa inovadora que fará vendas pela internet se na localidade alvo a rede mundial de computadores ainda não chegou, e o mais importante, que a ‘mentalidade/cultura’ daquela população aceite e esteja disposta a conhecer o novo.

Já o Walmoli, dá um destaque especial em sua apresentação à ‘computação quântica’, que será capaz de escalar exponencialmente a capacidade de processamento e de armazenamento a níveis inimagináveis se comparados com as máquinas que dispomos hoje, e que estes novos computadores serão capazes ainda de fazer cálculos ultra velozes que revolucionarão as simulações e descobertas de novas moléculas para curar doenças, por exemplo.

Entretantos aprendizados e ‘insights’, podemos tirar algumas conclusões como: não interessa se você esteja ingressando agora em um curso técnico ou superior, ou se já está em vias de se aposentar, nem importa se trabalha em um setor altamente tecnológico ou que só utiliza suas vantagens, o certo é que deverá estar constantemente em atualização e sempre disposto a aprender coisas novas, pois quando acreditar que já está dominando uma tecnologia certamente ela já estará ultrapassada e em vias de ser substituta por outra mais nova e mais moderna.

Essa fala vai ao encontro do que já escrevi em outro momento citando o Fórum Econômico Mundial, em que uma das competências do Profissional do Futuro será a capacidade da Aprendizagem Ativa.

iSummit Tubarão: Empresário se você perdeu o ‘Esquenta’, ainda tem oportunidade de adquirir seu ingresso para o evento principal nos dias 10 e 11 de outubro. É sua oportunidade de ter acesso a conteúdo inspiradores e de altíssimo nível, além de poder expandir sua rede de relacionamentos e tudo isso a um valor acessível. Visite www.iSummit.com.br.

Pais / Educadores: Não são somente nossos filhos e alunos que deverão ser preparados para este mundo mais tecnológico e em que os robôs passarão a fazer a maioria das tarefas simples e repetitivas, deixando ao ser humano a oportunidade de voltar a ‘ser mais humano’, mas também nós devemos estar em constante desenvolvimento pessoal e profissional.

Talvez você afirme que não tem tempo para voltar a estudar, então vejamos: segundo uma pesquisa recente o jovem brasileiro (17 a 25 anos) passa aproximadamente 1h30 por dia somente no instagram, sem contar outros aplicativo e se extrapolarmos para o intervalo de um ano, este tempo ‘perdido’ equivale a aproximadamente uma carga horária de duas pós-graduações. E você quanto dedica da sua vida para fazer ‘scrol’ nas redes sociais? Você também já se tornou uma ‘Geração Scroll’? Reflita!  

Leia outros textos desta coluna em http://bit.ly/fernandopitt


VOLTAR
Banner ServerDo.in
Banner ServerDo.in
Notisul - Um Jornal de Verdade
LIGUE E ASSINE (48) 3053-4400 Rua Ricardo José Nunes, 346 - Jardins de Pádova - Santo Antônio de Pádua - CEP: 88701-571 - Tubarão/SC
Copyright © Notisul - Um Jornal de Verdade 2019.