Zahyra Mattar
Tubarão

Ontem, parecia que a maioria dos motoristas teve o mesmo pensamento: voltar para casa mais cedo para evitar ficar horas no trânsito. O resultado foi uma longa ‘fila indiana’ no sentido norte/sul da rodovia BR-101, especialmente no trecho entre Laguna e Tubarão. Em alguns momentos ao longo da tarde, o trânsito era tão intenso que se formaram congestionamentos, principalmente nas redondezas do trevo de acesso a Laguna e na ponte de Cabeçudas, no mesmo município.

No início da noite, até o fechamento desta matéria, o movimento ainda era grande, porém, o trânsito fluía melhor. Nas últimas horas (entre segunda e terça-feira), a Polícia Rodoviária Federal em Tubarão não havia registrado ocorrências graves. Somente pequenas colisões, onde o máximo ocorrido foi danos materiais e arranhões. Nas estradas estaduais que interligam a Amurel, o movimento foi igualmente grande.

Duas colisões foram registradas pelo posto da Polícia Militar Rodoviária Estadual: um na SC-438, em Tubarão, e outro na SC-436, em Laguna. Nos dois casos, felizmente, o resultado não passou de danos materiais e pequenas escoriações nos ocupantes dos veículos envolvidos. A estimava da PRF é que pelo menos 20 mil veículos tenham passado ontem pela região. Todos com o mesmo objetivo: chegar em casa sãos e salvos. E a Operação Ano-Novo deve fechar com bons números.

Até ontem, se comparados os dados trágicos registrados no Natal, houve queda de 40% das ocorrências relacionadas com acidentes de trânsito. Os vários desvios ao longo do trecho sul em duplicação da BR-101 deixaram o trânsito lento e os motoristas mais atentos são apontados, pela PRF, como ‘pivôs’ da baixa no registro de acidentes graves.