Maycon Vianna
Tubarão

Viaturas em circulação pelas ruas próximas à Unisul, observação à movimentação de estudantes que deixavam as salas de aula da universidade e buscavam os bares para se divertir. A Polícia Militar de Tubarão foi acionada por volta das 22h30min de quinta-feira, por vizinhos dos bares localizados pelas redondezas da Unisul.

Não é de hoje que os moradores reclamam do som alto e da bagunça feita por alguns estudantes que, após saírem das aulas, aproveitavam a vida noturna nos estabelecimentos próximos à universidade. “Não temos sossego. As crianças não conseguem dormir, já que o barulho cessa somente por volta de 4 horas da madrugada”, reclama Maurício de Souza Ribeiro, morador do bairro Dehon.

A polícia tem intensificado o trabalho de vistoria na região da Unisul. “Nunca vi tantos policiais por aqui. Amedronta um pouco, mas nos sentimos mais seguros”, avalia o universitário Jamir Vieira e Silva.
Além do Pelotão do Patrulhamento Tático (PPT), o patrulhamento de trânsito da PM de Tubarão também faz várias rondas. “O objetivo é coibir os excessos. Temos a intenção de fazer um serviço coerente para punir as irregularidades. O trabalho será intensificado”, adianta o tenente Paulo Sérgio Pereira de Bona Portão, da Polícia Militar de Tubarão.

A polícia pretende orientar os jovens sobre a ‘lei seca’ (que proíbe a ingestão de qualquer quantidade de bebida alcoólica antes de dirigir) e aplicar com rigor a nova regra. “O que não pode haver é a pessoa sair do evento após ingerir bebida alcoólica e pegar o carro. Faremos barreira policial para punir este tipo de coisa. É bom o pessoal ficar atento ao nosso trabalho”, avisa o comandante da 8ª região da Polícia Militar, coronel Norival de Lorenzi Cancelier.

Barreiras policiais
Com as férias da Unisul, a Polícia Militar realizará outras barreiras policiais em localidades próximas a bares no centro de Tubarão. A idéia é colocar em prática uma solicitação do novo comandante da 8ª região da PM.