Rafael Andrade
Tubarão

Um crime em plena luz do dia foi registrado nesta sexta-feira em Tubarão. Por volta das 14 horas, o motorista de um Celta Sedam prata estacionou o carro na frente da casa do senhor Felipe Dutka, de 65 anos, na rua Germano Siebert, divisa entre os bairros Santo Antônio de Pádua e Centro, nas proximidades da Escola Aderbal Ramos da Silva. A esposa de Felipe atendeu o rapaz, chamou o marido que, assim que saiu da residência já foi atingido por dois disparos de arma de fogo. O acusado atirou três vezes. Duas balas atingiram Felipe no abdômen e perna. A vítima trabalha como técnico de som da Rádio Tubá, na Cidade Azul, onde atua há anos.

A esposa ainda flagrou o companheiro em luta corporal com o criminoso, que conseguiu fugir. Ela acionou a Polícia Militar. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também foi chamado.

A vítima foi levada ao Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC), em Tubarão, onde passou por cirurgia. O seu estado de saúde é considerado grave, porém estável. Ele está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

A motivação do crime, segundo investigações preliminares, seria sobre uma eventual indenização que a família pode receber devido à morte da filha de Felipe, há cerca de três meses, no HNSC, quando uma ação foi igressada na justiça.

Testemunhas chegaram a anotar a placa do Corsa, e a PM confirmou por meio da câmera de monitoramento do Sistema Bem-te-vi instalada na esquina da avenida Pedro Zapellini com a rua Rui Barbosa, por onde o veículo passou na fuga. A equipe da Agência de Inteligência da Polícia Militar ficou realizou buscas nas ruas para tentar localizar o suspeito.

O caso já foi repassado à Central de Plantão Policial (CPP) da Polícia Civil. A arma utilizada no crime teria sido um revólver calibre 38.