Corpo de Jhonatan Matheus, de apenas 18 anos (detalhe), foi encontrado em um terreno baldio de Laguna  -  Foto:Elvis Palma/Divulgação/Notisul
Corpo de Jhonatan Matheus, de apenas 18 anos (detalhe), foi encontrado em um terreno baldio de Laguna - Foto:Elvis Palma/Divulgação/Notisul

Rafael Andrade
Laguna

Um assalto frustrado. Assim ocorreu a 15ª morte provocada em Laguna. Não é bem um homicídio, mas pode ser enquadrado como tal. Em um primeiro momento, não há acusado(s) pelo fato, mas o motivo e/ou as causas, o autor(es), e principalmente, como, todas essas indagações estão bem esclarecidas pela Polícia Civil de Laguna, por meio da equipe da Divisão de Investigação Criminal (DIC), coordenada pelo delegado Rubem Thomé.

O caso em questão é a morte de Jhonatan Matheus Martins Custódio, de 18 anos. O seu corpo foi encontrado por volta das 9h30min de ontem nos fundos de um posto de combustíveis, na entrada da cidade, região entre o Mato Alto e o Jardim Juliana. Os fatos, os quais culminaram na morte, iniciaram ainda na madrugada desta segunda, quando Jhonatan Matheus, uma mulher de 27 anos, outra de 49, e um homem de 36 anos, anunciaram um assalto contra um casal. Levaram o carro das vítimas, que foram muito agredidas, e fugiram com elas (sequestro-relâmpago). O homem foi colocado em um automóvel com Jhonatan e uma das assaltantes, a companheira foi em outro carro. Eles acabaram se perdendo quando fugiam da Polícia Militar. O veículo onde estava o rapaz conseguiu se desvencilhar e acabou na região onde ocorreu a morte – a cerca de 50 metros da casa do jovem. 

O homem conseguiu tomar a arma das mãos da assaltante, que a empunhava no banco de trás apontada para a vítima. Segundo depoimento, o rapaz tentou resgatar o revólver calibre 38, quando acabou baleado. “Ainda não sabemos se o tiro pegou nas costas e saiu na frente, ou ao contrário. O projeto transfixou. Vamos aguardar os laudos. O mais relevante, neste momento, é que ocorreu uma tentativa de assalto frustrada, onde uma das vítimas executou alguns disparos, e um tiro acertou Jhonatan. Conseguimos prender as duas mulheres e o assaltante de 36 anos, que estava no outro carro, o qual inclusive estava foragido do Presídio de Concórdia. 

Ele já foi encaminhado à Unidade Prisional Avançada (UPA) de Laguna, e as duas mulheres foram presas em flagrante e levadas ao Presídio Regional Feminino de Tubarão”, informa Rubem. O Instituto Médico-Legal (IML) de Laguna recolheu o corpo do rapaz, já liberado à família. Todos os envolvidos são de Laguna.

15
Este é o número de assassinatos neste ano em Laguna. A cidade lidera este indigesto ranking entre os municípios de Palhoça a Criciúma.