Maycon Vianna
Laguna

Terminou de forma trágica a vida de um acadêmico de farmácia de 28 anos. Ele foi encontrado morto no quarto de um hotel localizado às margens da BR-101, no bairro Cabeçudas, em Laguna. Segundo o delegado da Central de Polícia Civil de Laguna, Rubem Thomé Filho, o rapaz era usuário de drogas e estava há dois meses fora de casa, hospedava-se em vários lugares. “Ele frequentava os hotéis e as pousadas e fazia uso constante de entorpecentes. Em um primeiro momento das investigações, levantamos a hipótese de homicídio, mas logo foi descartado, quando vimos que não há sinais de arrombamento e nem de furto”, afirma o delegado Rubem.

O universitário hospedou-se no hotel em Laguna na última quinta-feira e foi encontrado morto por uma camareira do estabelecimento na sexta-feira. No carro dele, também não havia sinais de tentativa de furto.
Ao lado do corpo do rapaz, no cômodo do hotel, foi encontrada uma arma calibre 38. Logo depois do registro da morte, os investigadores da Polícia Civil de Laguna e técnicos da perícia começaram a analisar o fato, que, até o depoimento dos familiares, realizado domingo e ontem, na delegacia, era cercado de mistério. “Creio que não há mais nenhuma dúvida dos fatos que cercam este óbito. Infelizmente, é mais uma vítima das drogas. Este mal ainda leva pessoas boas por todas as partes e tem crescido muito na região”, destaca o delegado.