Maycon Vianna
Tubarão

Um homem descontrolado agrediu nove mulheres ontem à tarde, entre 13 horas e 15h30min, pelas ruas de Tubarão. A primeira vítima foi uma mulher de 32 anos que estava com a filha de 4. O rapaz de 22 anos chegou, deu um soco nas costas dela e ainda empurrou a menina. A agressão ocorreu por volta das 13h30min, na rua Altamiro Guimarães, próximo ao Lar da Menina. Em seguida, não satisfeito em ter agredido as duas, deu um soco em uma jovem de 19 anos.

Ela estava acompanhada uma amiga, na avenida Marcolino Martins Cabral, próximo à agência do HSBC, que testemunhou a agressão. Depois do soco, ele virou para a garota e saiu ‘numa boa’, como se nada tivesse ocorrido. Outras seis vítimas foram agredidas nos bairros Oficinas e Santo Antônio de Pádua e acionaram a Polícia Militar. Todas elas registraram boletim de ocorrência na Delegacia da Mulher, do Menor e do Idoso de Tubarão.
Os três policiais da bike patrulha da PM efetuaram a prisão em flagrante e encaminharam o agressor à delegacia.

As vítimas ficaram muito assustados com ‘ataques’
A última vítima do agressor foi uma instrutora da Área Azul de Tubarão. Miriam dos Santos, 18 anos, foi registrar um B.O. e estava indignada. “Não sei o que levou este cara a fazer isso. Fui agredida e, se ele tivesse com uma arma, era capaz de ter me matado. Fiquei muito assustada, mas não fiquei com medo de ir à delegacia”, ressalta Miriam.

O caso mais grave de agressão foi cometido contra uma mulher de 43 anos. Ela ficou com o braço machucado e, como já tinha problemas para mexê-lo, não conseguiu nem assinar o depoimento.
O agressor já teve passagem pela polícia por furto e envolvimento com droga. Ele mora no bairro Santo Antônio de Pádua e, segundo os moradores, ele incomoda os vizinhos há meses. Após prestar depoimento e ter sido lavrado o flagrante, o acusado apenas responderá a um termo circunstanciado. Ele foi liberado no período da noite de ontem.