Imagem ilustrativa | Ministério da Justiça e Segurança Pública

Durante a segunda edição da “Operação Resguardo”, realizada nos últimos 30 dias, a Polícia Civil de Santa Catarina cumpriu 44 mandados judiciais, prendeu 97 pessoas e atendeu 1.087 mulheres vítimas de violência. A ação, realizada em todas as cidades catarinenses, finalizou nesta terça-feira (8), Dia Internacional da Mulher. Além das prisões, 227 diligências foram realizadas e 533 medidas protetivas foram solicitadas. No total, 253 policiais estiveram envolvidos neste trabalho em todo o Estado.

Dados nacionais da segunda fase da Operação Resguardo – Arte: Ministério da Justiça e Segurança Pública

A Operação “Resguardo” aconteceu em todos os estados da federação e foi coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), por meio da Secretaria de Operações Integradas (Seopi). Nos últimos 30 dias, policiais civis de todo o país intensificaram as ações para buscar criminosos que cometeram diversos tipos de violência contra a mulher. A ação contou com a parceria do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), responsável pelos canais de denúncias de violências – como o Disque 180 e o Ligue 100.

Canais de denúncia
As denúncias de violência contra a mulher podem ser feitas por meio do Disque 180 e em canais locais, de forma anônima. Qualquer pessoa pode acionar o serviço, que funciona diariamente, 24 horas, incluindo sábados, domingos e feriados. O serviço cadastra e encaminha os casos aos órgãos competentes. Além disso, as delegacias estaduais também recebem denúncias presenciais.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul