Imagem de satélite mostra o Estado parcialmente coberto. Frente fria deve chegar amanhã  -  Foto:Divulgação/Notisul
Imagem de satélite mostra o Estado parcialmente coberto. Frente fria deve chegar amanhã - Foto:Divulgação/Notisul

Rafael Andrade
Tubarão

Depois de três registros de ventos fortes com rajadas próximo e acima dos 100km/h em Tubarão e região, mortes, dezenas de feridos e quase R$ 1 bilhão de prejuízos em todo o Sul do Estado nos últimos 40 dias, a secretaria de Estado da Defesa Civil de Santa Catarina redobrou a atenção e divulgou, ontem, um boletim de alerta de que o fenômeno pode voltar a acontecer entre hoje e amanhã. A previsão indica ventos de quadrante Sul a Sudeste, moderado com fortes rajadas, de 50 a 70 km/h. 

Conforme a Epagri/Ciram, as rajadas devem ocorrer entre o Planalto e o Litoral no decorrer desta terça. Os ventos fortes deixarão o mar agitado com ondas de Sudeste de 1,5 a dois metros, e picos de 2,5 metros na costa, oferecendo risco à navegação de pequenas embarcações.

A indicação é que nos ventos fortes é preciso se proteger em local abrigado, longe de placas, de árvores, de postes de energia e de objetos que podem ser arremessados. No mar agitado, o perigo é a navegação e a atividades de pesca, e evitar a prática de surfe.

A previsão desta quarta-feira indica sol com muitas nuvens no Sul de Santa Catarina. Na Grande Florianópolis, chuva no início do dia, com sol no restante do período. Nas demais regiões, permanece com muitas nuvens e chuva isolada, especialmente em áreas próximas ao Paraná, melhorando no fim do dia. A temperatura entra em declínio à noite devido ao avanço de uma massa de ar mais frio para o Estado.