#PraCegoVer Na foto, o giroflex de uma viatura policial
#PraCegoVer Na foto, o giroflex de uma viatura policial

Após ter o mandato cassado, o ex-vereador e ex-secretário de Agricultura de Urussanga, Rozemar Sebastião, o Taliano, foi novamente indiciado por peculato. A afirmação foi feita pelo delegado Ulisses Gabriel, na tarde desta quarta-feira (6).

Segundo o delegado, a investigação conduzida pela Polícia Civil, requisitada pelo Ministério Público Estadual, constatou que houve intermediação na entrega de areão para um eleitor. O beneficiário também foi indiciado, mas por falso testemunho, ao negar que tivesse recebido a carga.

A pena para o peculato é de 2 a 12 anos de reclusão e multa; já a pena de falso testemunho é de 2 anos e 4 meses a 5 anos e 4 meses e multa. Os autos estão sendo encaminhados ao Poder Judiciário e Ministério Público.

Ainda conforme o delegado, o ex-vereador já foi indiciado em outros quatro inquéritos por peculato culposo, fraude processual, posse irregular de arma de fogo, peculato desvio, advocacia administrativa, extravio de documento público, coação no curso o processo e crime ambiental. O ex-parlamentar foi um dos investigados pela Polícia Civil durante a Operação Hera, desencadeada em dezembro do ano passado.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Fonte: Engeplus