Uma urna funerária que estava numa capela construída em um túmulo de uma família no Cemitério do Pântano do Sul, em Florianópolis, foi furtada. Nele estavam guardadas as cinzas de Ivonete Rosa Dias, que morreu em outubro de 2018, aos 62 anos.

O sumiço foi notado na semana passada pelo coveiro, que notou que a porta de vidro do túmulo estava aberta. O cemitério não tem câmeras de segurança.

A família registrou boletim de ocorrência. A 2ª Delegacia de Polícia de Florianópolis investiga o caso. Quem tiver informações pode ligar no número 197.