Jhonatan tinha apenas 24 anos e sua esposa está grávida.
Jhonatan tinha apenas 24 anos e sua esposa está grávida.

Priscila Loch
Tubarão

Um jovem tubaronense foi assassinado na Bahia. Jhonatan de Souza Machado, 24 anos, era caminhoneiro e estava na estrada a trabalho. Ele levou vários tiros na cabeça e a polícia trabalha com a hipótese de latrocínio, já que o seu caminhão, a Scânia T113-H 4×2 320 placas BYE-8469, estava a aproximadamente três quilômetros de onde foi encontrado o corpo, na cidade de Chorrochó.

Jhonatan estava sem se comunicar com a esposa, Greyce Francisco de Jesus, desde a última terça-feira e a polícia foi acionada. O corpo foi encontrado no dia seguinte, por meio de denúncia.

A PM acredita que o motorista foi sequestrado na BR-116 e os bandidos tinham o objetivo de roubar a carreta, mas o veículo ‘travou’ em seguida, por conta do rastreador. Segundo a família, a carga não foi levada.

O corpo do caminhoneiro chegará somente hoje a Tubarão – o translado foi de avião. Antes, foi preciso transportá-lo até o Instituto Médico Legal (IML) do município de Paulo Afonso, a cerca de 140 quilômetros, para a realização da necropsia.

O velório será na Capela Santa Terezinha, na beira rio, em Oficinas, a partir das 13 horas de hoje. E o sepultamento na comunidade de Lageado, amanhã de manhã, em horário ainda a ser confirmado. Morador do Andrino, Jhonatan estava muito feliz com a chegada do primeiro filho, que deve nascer no próximo ano. Sua esposa está grávida de três meses.