Uma arma de fogo, que tinha ligação com uma falsa tentativa de latrocínio ocorrida ontem (2) à noite em Tubarão, foi apreendida pela Polícia Civil. A ação foi realizada pela Divisão de Combate a Furtos e Roubos (DCFR).

Um policial da DCFR foi acionado para atender o suposto latrocínio tentado, que envolveu o segurança de uma empresa. O homem de 45 anos teria sido atingido por dois tiros de dois assaltantes que ocupavam uma motocicleta.

No hospital, ao conversar com o segurança, o investigador analisou as lesões e percebeu que a versão contada sobre o assalto não era verdadeira. Ele acabou confessando que disparou a arma acidentalmente em sua perna e ‘arquitetou’ a história para tentar esconder e justificar o seu erro.

Após diligências, os agentes conseguiram localizar a arma em um terreno baldio.  Um inquérito foi instaurado para apurar o caso. O homem responderá inquérito em liberdade.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul